Jornada do Sorvete: Inicia-se em Lajeado principal evento do segmento do Sul do país

A Associação Gaúcha das Indústrias de Gelados Comestíveis (Agagel) deu início nesta quinta-feira, dia 31, à Jornada do Sorvete. O evento de capacitação e negócios está na sua 15ª edição e ocorre no Weiand Hotel, em Lajeado. O primeiro dia contou com quatro palestras e visitação à exposição de fornecedores. A atividade segue nesta sexta-feira, dia 1º de agosto. O evento é tradicionalmente realizado no inverno, em razão da produção reduzida nas indústrias de sorvetes. São esperados nestes dois dias de programação cerca de 250 empresários, oriundos de diversas regiões do Estado, além de Santa Catarina e Minas Gerais.

Para o presidente da Agagel, o empresário lajeadense Nilson Gemelli, a Jornada do Sorvete está consolidada junto ao público-alvo. A realização do evento no Vale do Taquari, considerado o “Vale dos Lácteos”, também influencia neste cenário positivo, pois o leite é o principal ingrediente do sorvete. Gemelli destacou a participação de jovens na Jornada. “Para prosperar, permanecer no mercado, as empresas precisam investir em seus sucessores”. Em relação ao aniversário da entidade, o presidente elogiou o trabalho dos primeiros dirigentes e associados. “A Agagel integra os associados e possibilita que eles aprimorem seus produtos e processos. É também o canal de comunicação dos empresários e fornecedores”, ressaltou. É em razão destes fatores que a Jornada é considerada o principal evento do segmento do Sul do país.

O salão de expositores é outra programação da Jornada do Sorvete direcionada aos empresários. No local, eles podem conhecer as novidades de matérias-primas, equipamentos e tecnologia para o segmento. Participam desta edição, 33 fornecedores do Estado, Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

Entre eles, está a Generac. A empresa multinacional, instalada no Paraná, trabalha com geradores de energia e está no evento por meio da representante comercial, Viviane Smidt, e da executiva de vendas, Talita Mendes. “Estamos participando pela primeira vez, e esperamos gerar bons negócios e divulgar a marca”, espera Talita. Segundo ela, o produto da Generac tem tudo a ver com a indústria de sorvete. “Ela não pode parar quando falta luz, e o gerador pode ser usado também em horário de ponta, para diminuir a conta de energia”, explica. A empresa fornece geradores com potência de 20 KVA a 30 mil KVA, nas opções a diesel e a gás, manual ou automático, silenciado ou supersilenciado.

A programação do último dia da Jornada do Sorvete abrange as palestras Panorama do Mercado de Sorvete, às 8h30min, e O Negócio Sorvete e sua Cadeia de Suprimentos, às 10h50min; assembleia e eleição da nova diretoria da Agagel, às 13h30min; visitação aos expositores, às 14h; jantar com show de humor, às 20h; e a festa A Noite do Sorvete, às 23h30min, no Café Virtual.

Palestras

Foram realizadas quatro palestras no primeiro dia da Jornada do Sorvete. Fábrica Limpa, Produto Saudável foi o tema explorado pelo químico Fábio Augusto Gregory. Ele explicou os métodos e produtos mais indicados para os processos relacionados à microbiologia, higienização da fábrica, tipos de detergentes, sanitizantes, EPI’s e primeiros socorros. Segundo Gregory, o caminho para um produto saudável envolve matéria-prima de qualidade, tecnologia envolvida, higienização, higiene pessoal e conservação.

O Poder da Estratégia nos Negócios foi esclarecido pelo Master Coaching Paulo Cezar Kohlrausch. De acordo com ele, a estratégia pode ser utilizada por pequena, média e grande empresa. Explicou alguns modelos de estratégia e os passos para a elaboração do mecanismo. Eles envolvem a posição do empresário em relação às seguintes questões: em que negócio eu estou?; o que eu realmente vendo?; qual é o meu público-alvo?; e qual é o meu diferencial competitivo. “O mundo muda, e muito rápido. Ter uma boa estratégia, saber se posicionar, é fundamental. Vai gerar resultado e garantir a sustentabilidade da empresa”, frisou.

A estrutura e os serviços do Sebrae foram apresentados pelo contador Clóvis Alberto Glesse, gestor do Projeto de Atendimento Individual da Regional Vales do Taquari e Rio Pardo. Na sua palestra, A Importância da Qualificação nos Pequenos Negócios, ele falou sobre os critérios de enquadramento das empresas, inovação e tecnologia, orientação ao crédito, empreendedorismo, acesso a mercados e assessorias. “As consultorias que oferecemos atuam no sentido de auxiliar os empresários a organizarem e a terem um olhar melhor sobre o desenvolvimento da empresa”. Segundo Glesse, colocar na empresa um consultor envolve as áreas de marketing, recursos humanos, planejamento estratégico e finanças.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...