Inadimplência no ato da consulta fecha em 15,2% em 2016

Reflexo do cenário econômico, consultas ao SCPC reduziram em 2016

De cada cem consumidores, 15,2 estavam inadimplentes no ato da consulta no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) da CDL Lajeado em 2016. O índice de 15,2% da média do ano fechou um pouco acima de 2015 – 15% – e revela a importância da atenção do comércio na concessão do crédito, a fim de evitar prejuízos. O balanço do SCPC dos últimos 12 meses também aponta aumento de 15% nas inclusões, ou seja, das pessoas que deixaram de pagar suas contas e foram cadastradas como inadimplentes. Por outro lado, o número de exclusões cresceu 25%, ambos em relação a 2015. No ano de 2016 foram incluídos 31.312 clientes e excluídos 30.613.

No que se refere às consultas ao SCPC, houve queda de 4% dos clientes locais e de 11% por parte dos estaduais (redes de varejo). “Os números são resultado da própria economia, que em 2015 e 2016 estava estagnada por vários fatores. Para 2017 devemos estar ainda mais atentos para concessão de crédito, pois ainda não se tem uma perspectiva otimista de crescimento da economia”, afirma o presidente da CDL Lajeado, Heinz Rockenbach.

Entre outras demandas, a consulta de cheques também apresentou incremento de 12%, indicando um aumento na opção dessa forma de pagamento. Já a consulta de protestos caiu 2%. Diretor de Serviços da CDL Lajeado, Nilton Colombo observa que em períodos de crise o primeiro sinal sentido pelo varejo é a dificuldade em incrementar ou manter o nível de vendas, e o segundo é o aumento da inadimplência. “Os principais fatos que contribuem para esta situação são a queda no poder de compra causado especialmente pela inflação e o desemprego maior”. O dirigente e empresário acrescenta que no Rio Grande do Sul há ainda o agravante da situação econômica do governo, com o parcelamento dos salários dos servidores públicos, gerando um efeito em cascata da inadimplência em toda a economia, além da falta de investimentos que não movimenta o mercado.

Apesar do cenário adverso, Colombo destaca que alguns indicadores muito positivos demonstram o aumento da maturidade dos consumidores, que sabem organizar as finanças pessoais e lidar bem com a oferta do crédito. Mesmo assim, a orientação aos lojistas segue sendo de cautela na concessão e agilidade para reverter a inadimplência. “É muito importante a empresa efetuar o registro do débito o quanto antes, pois facilita o processo de cobrança, bem como auxilia o cliente a não se endividar mais, facilitando assim a regularização do seu nome”. Em Lajeado, até 30 dias após a inclusão a recuperação do valor em atraso é de 57,8 % dos clientes.

Saiba mais

O SCPC é a referência das empresas para vendas a prazo. Com 585 associados na CDL Lajeado, o SCPC é um dos serviços mais utilizados. Trata-se de uma ferramenta imprescindível no processo de análise de crédito, pois oferece segurança e agilidade nas transações comerciais. O SCPC da CDL Lajeado está integrado à rede Boa Vista Serviços, que oferece o mais completo e moderno banco de informações comerciais sobre consumidores e empresas do Brasil.

Fonte Simone Rockenbach - Comunicação Empresarial

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...