Frango será novo segmento da Dália Alimentos para 2015

Além de atuar nos segmentos de suínos e leite, a Dália Alimentos projeta dar início a um trabalho integrado com as famílias associadas no segmento de frango de corte. Um projeto foi estruturado para a construção de um moderno frigorífico de aves, que será complementado por uma fábrica de rações e um incubatório.

O projeto está dividido em duas etapas: na primeira, a previsão de investimento é de R$ 55 milhões, com abate de 52 mil cabeças de aves/dia, contratação de 323 funcionários, com aproximadamente 140 produtores integrados; na segunda etapa, o investimento previsto é de R$ 70 milhões, com abate de 100 mil cabeças/dia, abertura de 560 novos postos de trabalho e participação de 256 produtores integrados. O complexo terá área total construída de 13 mil metros quadrados, incluindo abatedouro de frango, incubatório e fábrica de rações.

Conforme o presidente Executivo da Dália Alimentos, Carlos Alberto de Figueiredo Freitas, o projeto já está concluído e, nas últimas semanas, foi apresentado aos administradores de alguns municípios da região do Vale Taquari e Vale do Rio Pardo, que manifestaram interesse em sediar a planta da cooperativa. “Estamos em tratativas e ainda não existe município definido, até porque existem vários critérios de logística para a escolha do local de construção do frigorífico”, explica.

Entre os critérios para definição da cidade que poderá comportar a planta de aves está a disponibilização de uma área de terras com, no mínimo, 25 hectares, licenciada pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam). Outros aspectos são relativos à logística, mão de obra disponível, localização às margens de uma rodovia não pedagiada, corpo d’água para possível capacitação e recebimento de efluentes, terraplanagem e retorno de parte dos impostos gerados.

Segundo Freitas, a escolha do município que receberá o complexo de aves deverá ocorrer até o mês de junho. Após a definição, o projeto será encaminhado aos órgãos bancários financiadores para aprovação. As obras deverão iniciar no primeiro semestre de 2015. “Com isso, queremos oferecer mais alternativas de renda para as pequenas propriedades agrícolas dos associados, que além de gado leiteiro e suínos poderão atuar com frango de corte, incrementando e diversificando a renda”, ressalta.

Com a entrada no mercado no segmento de aves, a Dália Alimentos irá ampliar o portfólio de produtores que já conta com leite e suínos. “Ampliaremos nosso mix de produtos, tendo em vista que a marca Dália tem grande potencial para comercializar e expandir seus produtos para os mercados interno e externo”, pontua Freitas.

Hoje, a Dália Alimentos conta com 2.047 produtores de leite e 530 produtores de suínos associados. No mês de março, foram abatidas 51.332 cabeças de suínos e entregues 15.582.912 litros de leite à cooperativa.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...