Fepam avalia demandas da Certel sobre hidrelétricas e licenciamentos

A presidente da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), a lajeadense Marjorie Kauffmann, recebeu, no dia 9 de abril, em Porto Alegre, a visita de diretores da Certel. Na pauta, estiveram projetos de Pequenas Centrais Hidrelétricas e melhorias da infraestrutura energética para o Vale do Taquari.

Em seu gabinete, Marjorie recebeu o presidente da Certel, Erineo José Hennemann, o diretor de geração de energia, Julio Cesar Salecker e o coordenador de planejamento técnico, Daniel Luís Sechi. Entre os assuntos, a PCH Vale do Leite, prevista para ser instalada entre Pouso Novo e Coqueiro Baixo, com capacidade para 6,0 MW.

“É o empreendimento prioritário da empresa e vieram sinalizar isso para a Fepam. Eles têm cinco PCHs em foco. Atualmente, estão aguardando o Termo de Referência (TR) para adequar os estudos e então entrar com o processo de Licença Prévia”, explica Marjorie. “Querem implementar a PCH Vale do Leite ainda este ano, no Rio Forqueta”, acrescenta.

A Certel tem projeto para a construção de cinco PCHs no Forqueta, aproveitando os desníveis do rio. A primeira deve ter sua edificação iniciada em outubro deste ano. No mesmo rio, a cooperativa já conta com a Hidrelétrica Salto Forqueta, entre São José do Herval e Putinga, e a Rastro de Auto, entre Putinga e São José do Herval.

Hennemann avalia essa aproximação com o intuito de agilizar as obras. “Foi uma reunião muito produtiva com a diretora-presidente Marjorie que, inclusive, é oriunda de Lajeado e conhece bem a realidade da nossa região. Colocamos a nossa preocupação quanto à necessidade de mais geração e melhor distribuição de energia elétrica para o Vale do Taquari. Ela sinalizou uma dedicação especial com relação à análise e aprovação desses estudos para a emissão da Licença Prévia”, assinala.

Estiveram também presentes na reunião o secretário adjunto de energia, Paulo Pereira, e o secretário de minas e energia, Artur Lemos. “Ambos igualmente demonstraram interesse em agilizar o licenciamento e as tratativas para o início dessa obra”, completa.

A cooperativa tratou também sobre linhas de transmissão na localidade de Costão, em Estrela. De acordo com o planejamento estratégico da Certel, trata-se de conexão com a nova fonte de energia do Vale do Taquari, a Subestação Lajeado 3, iniciada em dezembro de 2018. “Conhecedores da deficiência energética do Vale, as lideranças demonstraram interesse em priorizar os nossos licenciamentos para que, até o fim do ano, estejamos com as obras desta subestação concluídas”, relata o presidente da Certel.

Fonte Assessoria de Imprensa da CERTEL

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...