Femate tem data e local definidos

A Administração Municipal está intensificando os preparativos para a realização da 7ª Femate – A Festa Nacional da Erva-Mate, que está marcada para os dias 11, 12, 13 e 14 de setembro. A novidade deste ano fica por conta da mudança de local para a realização do evento, que sempre ocorreu nas ruas da cidade. Desta vez, ela irá para o Parque Municipal de Eventos. A ideia dos organizadores é diminuir o transtorno dos moradores durante o período de realização da Femate, onde diversas ruas precisavam ser bloqueadas.

Com a mudança de local, um novo projeto foi construído, e prevê a utilização não apenas da área do Parque, mas também da avenida que passa em frente e do CTG Jango Borges. “Aos poucos estamos adaptando o espaço às necessidades da festa, pela magnitude que ela tem, já estamos articulando uma forma de bem receber todos os visitantes”, comenta a secretária de Turismo, Rejane Borille.

A comissão organizadora do evento, bem como o presidente da feira, ainda não foram anunciados, a expectativa é que a definição dos nomes ocorra nas próximas semanas. Enquanto isso, a corte de soberanas e embaixatrizes está intensificando a divulgação da festa. “Contamos com cinco jovens trabalhando em prol da Femate, além de participaram das atividades realizadas no município, elas estão frequentando todas as festas da região e divulgando não apenas a Femate, mas também Arvorezinha, para que tenhamos uma excelente participação do público”, destaca.

Entre as metas para esta edição, está a realização de mais ações culturais. “Vamos buscar alternativas e incentivos para que possamos fomentar a cultura. Somos um município que prega muito isso, por meio do Natal no Morro e Semana Santa, agora precisamos fazer com que também esteja fortemente na Femate, afinal a erva-mate tem todo um lado cultural que pode ser explorado”, coloca. O Seminário da Erva-Mate será mantido, como forma de oferecer informação a produtores, técnicos e pesquisadores. “Vamos trabalhar para enaltecer nosso principal produto e valorizar a comunidade”, encerra.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...