Executiva da indústria náutica diz na Acil como enfrentar a crise

Fazer parcerias com os fornecedores, identificar possíveis mudanças do mercado, lançar produtos inovadores antes que os consumidores os procurem, estar pronto a empatar ou até perder a fim de satisfazer os consumidores e ficar atento às flutuações das moedas internacionais. Estas foram algumas das dicas dadas pela gerente de exportação da empresa Cimitarra Yachts, Anna Ko Freitag, que palestrou na noite desta terça-feira,dia 17, na Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) no terceiro e último encontro empresarial deste ano promovido pela entidade em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) Vales do Taquari e Rio Pardo.

Anna contou, por exemplo, que a Cimitarra detectou há mais de três anos que haveria uma crise de falta de água na região sudeste, principalmente em São Paulo e Rio de Janeiro, dois dos principais estados consumidores das lanchas e barcos esportivos produzidos pela empresa sediada em Santa Cruz do Sul. “Sem água nos rios não há venda de barcos”, lembrou. Antes que isto acontecesse, a empresa desenvolveu a sua área comercial na região nordeste do país para equilibrar a possível perda de mercado no sudeste.

Parceria

A executiva também destacou a forte relação de parceria da Cimitarra com seus fornecedores, que são em torno de cinco mil. Na relação com clientes, Anna destacou a importância de ter bem estruturada área de assistência técnica para fazer imediatamente qualquer reparo exigido por possível falha de equipamento. A empresa mantém área de assistência em Campinas, São Paulo, que atende todo o Brasil e também o exterior. Destacou ser fundamental estar pronto a atender o cliente nas suas mínimas necessidades, mesmo que a empresa empate ou perca numa possível situação, pois no futuro este cliente lembrará sempre com imagem positiva desta experiência negocial.

A palestrante Anna atuou nas áreas comercial, de compras e projetos do estaleiro Cimitarra, sendo atualmente a responsável pela exportação. Em sua atuação, a executiva participa das principais feiras náuticas realizadas no Brasil e em todo o mundo. Antes de vir para a Cimitarra, trabalhou por seis anos na Itália e França, países referência mundial na área náutica.

Cimitarra Yachts

A empresa de barcos e lanchas começou suas atividades em 1999 em Vera Cruz. Está há pouco mais de quatro meses sediada em Santa Cruz do Sul. Atualmente, há mais de 2000 lanchas produzidas pelo estaleiro navegando pelo mundo. Em quase todas as marinas do Brasil há pelo menos uma embarcação da Cimitarra.

A marca lança um modelo a cada semestre e participa de todos os eventos náuticos, visando ampliar e melhorar cada vez mais a sua linha. Em 2015, a marca lançou um modelo de 76 pés que conquistou o mercado. A Cimitarra destaca-se no ramo náutico pela qualidade de navegação, acabamento e inovações constantes.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...