Estrela Multifeira- Salão da Cadeia Produtiva do Leite vai destacar potencial da maior bacia da região

A Estrela Multifeira tem como um dos seus propósitos evidenciar as potencialidades do município e da região. E no que se refere ao setor primário, a produção leiteira merece visibilidade. Estrela tem 309 produtores com um rebanho de 7,2 mil vacas que produziram 38 milhões de litros do alimento em 2018. É a maior bacia leiteira do Vale do Taquari e uma das melhores do Rio Grande do Sul pela qualidade e produtividade do seu plantel. “Temos potencial para crescer ainda mais. As nossas vacas têm uma média de produção alta e comparável a países de primeiro mundo”, frisa o secretário de Agricultura de Estrela, José Adão Braun.  Uma amostra desse potencial vai estar em exposição na feira através do Salão da Cadeia Produtiva do Leite. O espaço de dois mil metros quadrados terá animais, sessão de julgamento e expositores que atuam neste segmento, apresentando equipamentos, tecnologias e serviços que dão suporte a quem investe na área.

Responsável por sensibilizar os participantes e organizar a exposição de animais, que contará ainda com ovinos, caprinos, coelho, aves, peixes entre outros, Braun destaca a importância da feira. “É uma oportunidade para exibir o que se tem de bom e para que haja um despertar para isso na comunidade. É interessante para os próprios produtores, os quais visitam e vislumbram animais melhores, por exemplo, e se inserem num clima favorável para um desenvolvimento maior em sua atuação”. Para o presidente da Estrela Multifeira, Henrique Purper, o agronegócio merece ser valorizado e, por sua representatividade, o leite ganha destaque. “Acreditamos na sua força econômica e queremos incentivar a participação cada vez maior, bem como oferecer subsídios para outros que queiram atuar neste ramo também”. Purper enaltece a ampliação do espaço e a atrativo do julgamento, sendo fatores de atração do público.

O setor é representativo não só para a economia, mas também socialmente pelas famílias envolvidas. Conforme levantamento da Emater, 96% dos municípios têm no leite significativa importância na geração de renda. No Vale do Taquari há 5,9 mil produtores, com produção de 360,8 milhões de litros/ano.  E uma das características que revelam um importante diferencial da região é o fato de que a produção ocorre em milhares de propriedades com média de área de 13,5 hectares. “São parcelas pequenas, mas onde se produz como gente grande, obtendo resultados que às vezes latifúndios não alcançam”, comenta o secretário de Estrela, atrelando a isso o trabalho familiar, constantes investimentos e espírito empreendedor das pessoas.

Em Estrela, a administração municipal dá atenção especial ao setor através de um conjunto de programas de apoio. Ajuda em melhoria de instalações, sementes subsidiadas, correção do solo, fornecimento de calcário, atendimento veterinário, vacinação, inseminação artificial, entre outras iniciativas que auxiliam na produtividade do rebanho e das lavouras, especialmente na formação de estoque de silagem, são formas de auxílio. “O produtor está sempre em busca de inovação, até pela exigência do mercado. E nós ajudamos dando esse suporte, pois também sabemos que, para se manter nesse segmento, muito mais precisa ser feito, o que muitas vezes coloca em conflito o alto nível de tecnologia da pecuária com a segurança do produtor para investir”. A dedicação requer aportes em material genético, controle rígido do meio ambiente, dieta adequada, equipamentos e instalações para dar conforto aos animais, além de outras necessidades.

A Estrela Multifeira 2019 ocorre de 04 a 08 de setembro, no Porto de Estrela. O evento é uma realização da Cacis, com o apoio da Prefeitura e Câmara de Vereadores de Estrela.

Fonte Simone Rockenbach

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...