Estrela Multifeira recebe inscrições de agroindústrias a partir do dia 1º

As agroindústrias familiares interessadas em participar da Estrela Multifeira 2017 poderão realizar sua inscrição entre os dias 1º de junho e 10 de julho. Organizada pela Emater/RS/Ascar de Estrela, juntamente com a Secretaria de Agricultura do município e STR Estrela, a Feira da Agroindústria Familiar vai disponibilizar 30 espaços. Os estandes são subsidiados pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, com prioridade para expositores do município.

Como exigência, os pequenos empreendedores rurais deverão estar inclusos no Programa Estadual da Agroindústria Familiar (PEAF) e possuir os respectivos alvarás sanitários dentro do prazo de vigência – SIM para produtos de origem animal, MAPA para sucos e bebidas e vigilância sanitária para produtos de origem vegetal. Será permitida somente a comercialização de itens de produção própria e que obedeçam às normas sanitárias.

O regulamento completo e a ficha de inscrição estão disponíveis no site www.estrelamultifeira.com.br no link da Agroindústria Familiar. A ficha, acompanhada do certificado de inclusão no PEAF e respectivo alvará, poderá ser entregue no Escritório Municipal da Emater de Estrela (Rua 13 de maio, 76 – Centro) ou encaminhados para o e-mail emestrel@emater.tche.br. Mais informações no telefone 3712-1842. Caso o número de interessados ultrapasse a quantidade de espaços disponíveis, serão avaliados os critérios proximidade com Estrela, diversidade de produtos e ordem de inscrição.

A feira

A 5ª edição da Estrela Multifeira ocorre entre os dias 6 e 10 de setembro, no Porto de Estrela, e estima um público de 40 mil pessoas. O evento é uma realização da Cacis em parceria com a Prefeitura de Estrela e Câmara de Vereadores, e tem o patrocínio confirmado de Sicredi, Conpasul, Redemac Morelli, Launer, Carrocerias Altari, Metanox, Brasilata e Girando Sol, com a organização de Lume Eventos. Em sua última edição, a feira contou com 25 agroindústrias de Estrela e outras regiões do Estado, que comercializaram cucas, linguiças, pizzas, queijos, chimias e pães.

Fonte Simone Rockenbach

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...