Estrela moderniza o campo

Um campo moderno com a qualidade dos países de primeiro mundo avalia o secretário da Agricultura, José Adão Braun, sobre a zona rural de Estrela. Grande percentual das mil propriedades do município possui equipamentos que facilitam a vida no campo.

A produção de vacas de leite, frangos e suínos – a cadeia produtiva que fortalece Estrela – é composta por empresários que apostam no vigor de máquinas e motores que substituem mãos humanas. Implementar o campo com tecnologia é missão do Governo de Estrela. A proposta certeira é possível com produtores e administração engajados. Com R$ 50 milhões a mais de incremento na produção em 2013, a tecnologia na agricultura faz sua parte. Segura os filhos no meio rural e os ajuda a modernizar a propriedade.

Concedendo telefone e internet, Estrela fornece condições de os jovens permanecerem com os pais e a sucessão na lavoura se estabelece de forma organizada, uma vez que os jovens possuem a curiosidade e apelo pelo novo e os mais velhos, experiência. Quatrocentos e cinquenta propriedades navegam pela rede mundial procurando formas de investir, lendo notícias de pecuária, gado de corte ou trocando informações com outros agricultores. “O campo tem todo o conforto da cidade. Esta é uma das razões de se manter o patamar elevado, o pai entusiasmando e o filho, por ser aberto, buscando modernidade”, acentua Braun.

Frango de corte

Paulo e Marlise Sulzbach, de Linha Glória, projetam a comercialização de 400 mil frangos de corte anual com os dois novos aviários modernos implantados recentemente na propriedade. O objetivo deles é aumentar o alojamento de animais integrados. O primeiro aviário ainda é manual e com o tempo será automatizado.

Aviários automáticos viabilizam a integração de aves e evitam a mortalidade. Cada qual é completo, têm vários motores. Um deles puxa a ração. Outro contribui para a longevidade dos frangos em época de calor. “Quando a temperatura sobre, a cortina desce”, informa Paulo.

A propriedade de 35 hectares também produz gado leiteiro, tem novilhas e terneiros. Os aviários automatizados são a novidade para os Sulzbach. A terraplanagem, feita pela Secretaria de Agricultura, deixou a família satisfeita.

Paulo e Marlise trabalham em conjunto com os filhos. Eles ajudarão a zelar pelo investimento. Os sete lotes de frango de corte anual serão vendidos às cooperativas. “O produtor tem de apostar em tecnologia, senão fica feito pneu careca. Não vai para frente”, diz Paulo.

“A tecnologia, a mão de obra integrada e especializada são características comuns aos nossos produtores”, informa o secretário Braun.

Números

  • A agricultura responde por 27% do Valor Adicional Fiscal do município
  • Estrela incentiva o produtor com terraplenagem
  • Os Sulzbach aumentaram de um para três aviários
  • Dois deles são completamente automatizados. Com ambos, a propriedade produzirá 400 mil frangos de corte por ano

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...