Estrela fortalece agricultura familiar com Programa de Aquisição de Alimentos

A agricultora Marisa Maria Wermann mostra com orgulho o cartão do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do governo federal. Ela o obteve no Banco do Brasil para que, a partir de agora, possa fornecer hortaliças a entidades do município. Prevê que a produção irá crescer com a adesão ao programa. Na propriedade em Arroio do Ouro, atuam os dois filhos, ela e o marido. “Nós pretendemos fornecer repolho, alface e cenoura. Quando aumentarmos a produção, teremos de trabalhar mais, os filhos estão dando apoio.”

Os Wermann comercializam para três colégios e negociam na Feira do Produtor. Agora com o PAA, a família pretende valorizar ainda mais a cultura hortigranjeira. Eles fazem parte do grupo de 38 produtores beneficiados com o programa, divulgado na última quinta-feira, dia 26, no salão nobre da Prefeitura de Estrela.

O governo municipal conseguiu a aprovação junto à União, iniciativa que vai incentivar a agricultura familiar e promover o acesso a alimentação em quantidade, qualidade e regularidade para pessoas em situação de insegurança alimentar. Os agricultores vão vender a entidades assistenciais como Apae, Vovolândia São Pedro, Pousada da Criança, Centros Municipais de Atendimento Integrado (Cemais Moinhos e Oriental) e os dois Centros de Referência de Assistência Social (Cras Imigrantes e Cras Casa da Cidadania).

Empenho

“Desde que assumimos o governo temos buscado formas para fazer com que os recursos fiquem em nosso município, beneficiando as empresas locais. O Programa de Aquisição de Alimentos é mais uma política pública que implementamos que para que isto aconteça, agora beneficiando os agricultores familiares”, ressaltou o prefeito Rafael Mallmann. Segundo ele, a efetivação do projeto é fruto de muito esforço e dedicação de toda a equipe do governo e entidades parceiras, que desde 2013 trabalharam para que o PAA fosse realizado. “É um momento de agradecer”, enfatizou.

O recurso disponível para execução do programa no município é de R$ 212 mil, repassados pela União, para ser aplicado dentro do ano. Cada produtor pode receber um teto de R$ 6,5 mil.

O secretário de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação (Sedesth), José Itamar Alves, evidenciou a importância dos produtores e do programa para Estrela. “Trinta por cento do que é arrecadado no município vêm dos agricultores. Com o PAA, vamos levar para as entidades alimentação de qualidade.” Também se pronunciaram, no ato, a chefe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar, Tânia Stein, e o presidente da Câmara, vereador Ernani de Castro, que da mesma forma ressaltaram a importância da concretização de mais esta política pública no município.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...