Estado homenageia Lajeado por ações de estímulo às micro e pequenas empresas

O presidente nacional do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae), Luiz Eduardo Pereira Barreto Filho, elogiou o Rio Grande do Sul por efetivar propostas da chamada Lei Geral das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, sancionada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2006. Em ato realizado no Palácio do Piratini, na tarde da segunda-feira, dia 17, lembrou que muitos estados e municípios implementaram a legislação, mas que poucos a colocam em prática. Por outro lado, verificou que existem focos de ações de apoio ao setor, como em Lajeado e Rio Grande, cidades homenageadas durante a solenidade.

A cidade polo do Vale do Taquari também efetivou a lei que institui o estatuto da micro e pequena empresa quatro anos depois de sua sanção, em 2009. Através das secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedei) e da Fazenda (Sefa), desde o início de 2013 o município vem desenvolvendo políticas de apoio ao segmento, com destaque para o programa Fornecer Lajeado.

A iniciativa teve o reconhecimento do Governo gaúcho e instituições parceiras. O prefeito Luis Fernando Schmidt, acompanhado dos secretários Ivanete Fracaro (Sedei) e José Carlos Bullé (Sefa) e respectivas equipes, mais representantes locais do Sebrae, recebeu certificação do governador Tarso Genro e de Barreto. Segundo município a instituir o Fornecer, depois de Rio Grande (também homenageado), a cidade polo do Vale do Taquari é a primeira a realizar pregões. Foram dois, em novembro do ano passado e no início de fevereiro, que injetaram mais de R$ 90 mil no mercado, com economicidade de 36%. Um terceiro certame já está sendo preparado, para compra de itens da merenda escolar.

O reconhecimento do Estado, segundo Ivanete, demonstra que o município está no caminho certo. Além do terceiro pregão pelo Fornecer Lajeado, lembra que em breve a Sedei estará apresentando novo serviço ao segmento. A Sala do Empreendedor será mais um passo na efetivação da lei geral da micro e pequena empresa. “Um próximo e grande passo”, destaca. O espaço atenderá, especialmente, o trabalhador informal que deseja empreender e o empresário que busca por informação, orientação e serviços para qualificar seus negócios.

Também participaram do ato, no Piratini, a chefe de gabinete Andressa Träesel, o coordenador do Setor de Compras da Sefa, Eduardo Teles, a pregoeira Cristiane Seibel Schneiders, a assessora de relações empresariais e inovação da Sedei, Cristiane dos Reis, a gerente regional do Sebrae, Liane Klein, e equipe.

Fornecer gaúcho

Objeto do evento realizado no Piratini, números do Programa de Compras Públicas para Micro e Pequenas Empresas (Fornecer) foram apresentados pelo secretário da Administração e dos Recursos Humanos do Estado, Alessandro Barcellos. Segundo ele, 850 micro e pequenas empresas, pequenos produtores e cooperativas do Rio Grande do Sul foram beneficiados por meio de licitações realizadas diretamente nos municípios.

No início, lembrou, sete empresas abasteciam os presídios. Em três anos, o programa distribuiu R$ 96 milhões em recursos públicos. Do total, R$ 47 milhões foram injetados em empreendimentos de menor porte, com uma economia de mais de R$ 38 milhões aos cofres públicos.

Conforme Barcellos, o Fornecer ultrapassou a mil pregões presenciais. A partir de uma nova etapa, o programa será reforçado com nova linha de crédito para capital de giro, destinada a fornecedores do Estado. O agente financeiro é o Banrisul, que poderá antecipar até 70% do valor contratado.

Representante do Sebrae conhece detalhes do Fornecer Lajeado

Na manhã desta quarta-feira. dia 19, o prefeito Luis Fernando Schmidt recebeu em seu gabinete, a consultora do Sebrae, que o entrevistou sobre o programa Fornecer Lajeado. A visita técnica faz parte do processo de seleção para a etapa nacional do concurso Prefeito Empreendedor. De 90 projetos inscritos, 30 foram selecionados na fase estadual.

O Fornecer Lajeado tem como objetivo principal gerar economia e possibilitar a todos os empreendedores, de micro e pequeno porte, as mesmas oportunidades, que hoje, têm os grandes empresários. Questionado sobre como conheceu o programa, Schmidt explicou que o interesse despertou quando teve acesso aos fôlderes do Fornecer gaúcho.

A visita também foi acompanhada pelos secretários Ivanete Fracaro, do Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedei); José Carlos Bullé, da Fazenda (Sefa); pelo coordenador do Setor de Compras da Sefa, Eduardo Teles; pela pregoeira Cristiane Seibel Schneiders, e pela assessora de relações empresariais e inovação da Sedei, Cristiane dos Reis.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...