Estacionamento na Alberto Pasqualini será proibido em horários de pico

O Governo Municipal segue trabalhando na mudança do trânsito da avenida Alberto Pasqualini, no bairro São Cristóvão, com vistas a melhorar a segurança e a trafegabilidade no trecho entre a BR-386 e a Univates. A execução do projeto, entretanto, foi recebida com preocupação, por parte de empresários que têm negócios no local. O motivo é a proibição do estacionamento, uma iniciativa apontada em estudo técnico como necessária para liberar o tráfego de veículos.

Recentemente, representantes do Governo participaram de encontro com os empresários, no bairro São Cristóvão, com o objetivo de ouvi-los e esclarecê-los sobre a importância e necessidade das mudanças. Apesar de manter posicionamento sobre a integralidade do projeto técnico, na manhã da última sexta-feira, dia 24, o prefeito em exercício Vilsinho Jacques reuniu o presidente do Legislativo, Djalmo da Rosa; o vereador Sérgio Kniphoff; os secretários Gerson Teixeira, do Trânsito e Segurança Pública, Adi Cerutti, de Obras e Serviços Urbanos, Marta Peixoto, do Planejamento, e Auri Heisser, de Governo; o coordenar do Departamento de Trânsito, Euclides Rodrigues, e o assessor jurídico, Edson Kober, para buscar uma alternativa e estabelecer um período para que os empresários se adequem às mudanças.

A posição do Governo é unânime, de que o projeto precisa ser executado. Conforme Vilsinho, a tendência é de que a Alberto Pasqualini, assim como outras ruas de grande movimentação, sejam transformadas em vias expressas. “Caso contrário, se estabelecerá o caos no trânsito, que já está complicado.” Para minimizar, então, o problema enfrentado pelos empresários, se definiu por conceder um período de adaptação de até seis meses, inicialmente proibindo o estacionamento em horários considerados de pico. “Vamos fazer uma experiência. Mas, é preciso deixar claro que, caso essa decisão prejudicar o trânsito, hoje amenizado em função do período de férias, ou a execução do projeto, a proibição voltará a ser geral.”

A partir da instalação de placas indicativas, o estacionamento na Alberto Pasqualini estará proibido, de segundas a sábados, entre 6h e 9h, das 11h às 14h30min e das 17h às 20h. Paralelamente, o Governo irá melhorar a iluminação e o pavimento de ruas adjacentes e asfaltará vias que possibilitarão o desvio do tráfego da avenida, alternativas que vêm sendo estudadas. Por outro lado, será solicitada a contrapartida dos empresários, no sentido de se adequarem às mudanças no prazo estabelecido, inclusive orientando clientes a optarem pelos estacionamentos de 15 minutos em vias transversais, e auxiliarem na fiscalização de motoristas que desrespeitarem os horários de proibição.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...