Encantado: Município adere ao sistema estadual de segurança integrada

Assinatura credencia município a firmar convênio para efetivação do projeto de monitoramento

Um passo importante para a concretização do monitoramento com câmeras foi dado ontem. O prefeito Adroaldo Conzatti e o vice Enoir Cardoso assinaram junto com o governador José Ivo Sartori a adesão ao Sistema de Segurança Integrada com os Municípios (SIM).

Conforme o Executivo, essa adesão vale como convênio para a implantação do projeto Encantado Alerta. Mesmo com a assinatura, há o processo burocrático de liberação de recursos.

Ainda não há previsão de quando serão liberados os R$ 580 mil de emendas parlamentares.

Hoje estão instaladas 30 câmeras em dez pontos. Cada um tem três câmeras, duas fixas e uma de 360 graus. Os equipamentos já estão sendo testados pela Brigada Militar (BM) e polícias Civil (PC) e Rodoviária. O policiamento recebe treinamento de como operar o sistema.

Segundo o capitão da BM de Encantado, Marcos André Cíceri, os pontos foram definidos pela equipe da BM e da PC. “Foram observadas as principais vias de acesso à cidade, pontos de movimentação de pessoas e veículos, locais de maior incidência de delitos e acessos aos bairros”, esclarece.

Reunião
Na terça-feira à noite, autoridades municipais estiveram reunidas na sede da Aci-e. O objetivo foi a apresentação do andamento do projeto.

A empresa Connectline foi contratada para a instalação do sistema de vigilância. Segundo o diretor Clóvis Margreiter, toda a fibra óptica foi instalada e nos próximos 15 dias os 31 pontos com câmeras estarão prontos.

Margreiter explicou que a demora na execução se deu devido a dois fatores. Um é a assinatura de convênio com a Secretaria Estadual de Segurança Pública e o outro é a liberação pela RGE Sul da ligação das câmeras aos postes de energia elétrica. Somente foram liberados dez pontos, pois a empresa está realizando a troca dos postes de madeira pelos de concreto.

“Queremos que a população, diante deste cenário de insegurança, valorize este trabalho dando apoio”, destaca o presidente da Aci-e, Marcos Tonin. Ele acrescentou ser importante também a participação da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) nesse processo, pois os comerciantes também serão beneficiados.

Repasse
Também houve o repasse de R$ 5 mil pelo vereador Diego Augusto da Rosa Pretto (PP) para o projeto. Segundo ele, a intenção ao destinar o valor era que fosse feita uma rifa ou algo do tipo para que o momentante fosse multiplicado.

A iniciativa conta ainda com a doação de R$ 100 mil do Clube Recreativo Encantado, R$ 50 mil da Aci-e, R$ 40 mil do Judiciário, R$ 127 mil do termo de ajustamento de conduta pago por empresas multadas e R$ 30 mil da Sicredi. Ainda há a previsão do repasse de R$ 200 mil economizados pelo Legislativo, cujo encaminhamento será feito pelo Executivo.

Fonte Jornal A Hora

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...