Empresários na luta por melhores rodovias e o fim da Praça de Pedágio de Encantado

 

No dia doze de dezembro de dois mil e dezoito estiveram reunidas na ACI-E, a diretoria da mesma, representantes das Câmaras da Industria e Comércio de Roca Sales, Anta Gorda e Guaporé, e da Câmara de Dirigentes Lojistas de Muçum, empresários e promotor de Justiça de Encantado, Dr.

André Prediger, para tratar da praça de pedágio de Encantado, os serviços ofertados pela EGR e o atual estado de conservação das Rodovias RS 129 e 130.

 

No encontro, a presidente da ACI-E, Renata Casagrande Galiotto, reforçou o convite, e convocou todos os empresários a participarem deste movimento, pois o pedágio tira a competitividade de nossas empresas, reduzindo postos de trabalho e o retorno de impostos aos nossos municípios. “A cobrança de pedágio e a péssima situação das rodovias criam um efeito cascata em toda a população da região alta do Vale do Taquari. Além do que, pagamos impostos como qualquer gaúcho, pagamos pedágio, mas não temos sequer boas rodovias. Porque somos tratados diferentes pelo governo estadual?”, questiona Renata.

 

Como próximo passo do movimento, no dia 22 de janeiro de 2019 as 8 horas na ACI-E, na sala 202, ocorrerá a segunda reunião. Esta tem como planejamento, a apresentação pelas empresas dos dados financeiros, despesas, e custos diretos e indiretos provocados pelo pedágio e a péssima condição das estradas. Estas informações deverão ser encaminhadas para a ACI-E, tendo como prazo dia 18 de janeiro pelo e-mail executivo@acie.com.br.

 

Para obter mais informações de como sua empresa poderá apresentar os custos provocados pelo pedágio e as condições das rodovias, e confirmar presença na próxima reunião, basta contatar a executiva da ACI-E, Bernardete Rissi, pelo telefone (51) 3751-2255.

 

 

Fonte Assessoria de Imprensa ACI-E

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...