Empresário industrial está menos confiante

Após cinco meses consecutivos de alta, FIERGS aponta queda no ICEI-RS em outubro

Porto Alegre, 20 de outubro de 2016 – O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI-RS), levantamento realizado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), voltou a cair em outubro, depois de cinco meses consecutivos de alta: passou de 55,4 pontos em setembro para 53,5. As explicações para esta queda foram as avaliações mais desfavoráveis sobre as condições atuais e menos positivas sobre as expectativas entre os pesquisados. Mesmo com a redução, o ICEI-RS segue a demonstrar confiança, visto que se encontra acima dos 50 pontos. Mas revela uma acomodação após os crescimentos acelerados anteriores. Se não significa uma inversão, o resultado impõe maior incerteza quanto à continuidade do processo de recuperação.
Pelos resultados obtidos no ICEI-RS, os empresários detectam que a situação se agravou entre setembro e outubro. O Índice de Condições Atuais, após cinco altas seguidas, recuou de 48,0 para 46,6 pontos no período. Em relação às condições da economia brasileira, caiu de 46,5 para 45,6, assim como o Índice das Condições Atuais das empresas, que apresentou a maior retração entre todos: de 48,8 para 46,9 pontos.
Esse cenário piora também a percepção para o futuro. O Índice de Expectativas aos próximos seis meses, após aumento de 16,2 pontos desde maio, alcançou 57,2 em outubro, dois abaixo de setembro. O índice para a economia brasileira igualmente caiu, de 56,7 para 54,6 pontos e, para a própria empresa, diminuiu de 60,7 para 58,4. Apesar da retração, ambos continuam a apontar otimismo moderado em outubro, porém menor do que em setembro.
O ICEI-RS é elaborado mensalmente pela FIERGS. São consultadas empresas de todo o Estado. O Índice é baseado em quatro questões: duas referentes às condições atuais e duas referentes às expectativas para os próximos seis meses com relação à economia brasileira e à própria empresa. O levantamento varia em uma escala de 0 a 100 pontos. Quanto mais os valores estiverem acima de 50 denotam maior otimismo e quanto mais abaixo, pessimismo.

Fonte UNICOM - Unidade de Comunicação Sistema FIERGS

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...