Empresário da Malásia conhece frigorífico da Dália

Depois de visitar o estande da Dália Alimentos na Feira Anuga, realizada na Alemanha, no ano de 2013 e na recente edição deste ano, o empresário da Malásia, Chong Kam Weng, visitou a sede da Dália Alimentos. Weng esteve na cooperativa no mês de outubro, após manifestar interesse em importar carne suína do Brasil.

Em conversa com a supervisora de Exportação da Dália Alimentos, Márcia Daltoé, Chong disse estar disposto a colaborar com a habilitação da planta da Dália para exportar à Malásia. Comentou, ainda, que auxiliou frigoríficos da Europa a fazer o mesmo, dos quais atualmente importa produtos. Quanto ao Acordo Sanitário entre o Brasil e a Malásia, o empresário acredita que as autoridades da Malásia aceitarão o Certificado Sanitário Brasileiro de Lista Geral, o qual hoje é emitido a vários países.

Weng esteve acompanhado pelo comprador de carne suína, Chow Poh Yuen, que faz a distribuição no mercado local e repassou detalhes acerca das especificações dos principais cortes consumidos na Malásia.

Visita à planta frigorífica

Acompanhados pelo gerente da Divisão Produtos Suínos (DPS), Roberto Crippa, Weng e Yuen visitaram as instalações do frigorífico a fim de conhecer a área de produção. Junto ao gerente da Divisão Comércio e Marketing (DCM) – Produtos Suínos, Paulo Weingartner, tratou sobre como proceder para conseguir que a planta seja habilitada para a exportação. “Iremos trabalhar neste projeto e, na medida em que ele estiver concluído, enviaremos os documentos para lá. É possível que o Governo da Malásia envie uma missão de veterinários para inspecionar a planta, após a verificação dos documentos”, ressalta Márcia. No momento não há nenhum frigorífico de suínos brasileiro aprovado para exportar carne suína para a Malásia.

Em virtude do principal negócio de Weng ser a importação de milho do Brasil – a importação e distribuição de suínos é secundária –, o malaio também visitou a fábrica de rações da Dália Alimentos, conhecendo o recebimento de grãos através de uma troca de informações com o supervisor Walter Rahmeier.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...