Emater/RS-Ascar programa série de reuniões sobre erva-mate em Arvorezinha

Com o objetivo de organizar a cadeia produtiva da erva-mate no município de Arvorezinha, a Emater/RS-Ascar programa uma série de reuniões no mês de maio. As atividades serão realizadas nos dias 7, 8, 16, 21, 23, 27, 28, 29 e 30, sempre das 19h às 21h. Os encontros ocorrerão na sede das ervateiras Globomate, Ki-mate, Nutrimate, Sabadin, Valério, Invernada, Macedo, Vison e Nutrimate. No dia 28 de abril, foi realizada a primeira reunião, na Câmara de Vereadores, com integrantes da ervateira Gaúcha da Serra. Mais de 100 pessoas participaram do encontro.

O técnico agrícola Jurandir Marques explica que a ação visa repassar aos participantes orientações sobre boas práticas agrícolas, qualificando a cadeia produtiva. “Também é importante que se pense na melhoria dos ervais já existentes, visando ao aumento da produção”, explica Marques. Para o técnico, é importante que o produtor explore o potencial da erva-mate a partir de uma ideia holística da cadeia. “O agricultor envolvido é apenas um dos atores do processo, sendo importante ter a consciência das relações de dependência existentes”, diz.

Outro ponto a ser debatido em cada encontro envolve a participação das ervateiras na 7ª Festa Nacional da Erva-Mate (Femate), que ocorre entre os dias 11 e 14 de setembro, no Parque de Eventos do município. Em Arvorezinha, são mais de mil famílias envolvidas com a produção de erva-mate, com cerca de sete mil hectares plantados, produzindo uma média de 500 arrobas por hectare. No município também são 17 agroindústrias e duas ervateiras com certificação da Emater/RS-Ascar: Sabadin e Valério. “Outras ervateiras, como a Macedo, a Nutrimate e a Natumate, também estão em processo de obtenção da certificação”, afirma Marques.

Mais informações sobre os encontros podem ser obtidas no escritório municipal da Emater/RS-Ascar ou pelo telefone (51) 3772-2150.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...