Economista projeta volta do crescimento a partir de 2016

Enquanto que 2015 ainda apresenta uma perspectiva de redução de 1,70% na economia brasileira, o próximo ano já pode ser de salto positivo. A previsão foi apresentada na sexta-feira, dia 24, no Estrela Palace Hotel, pelo economista da Fecomércio, Lucas Aronne Schifino. O evento foi realizado em parceria pela Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Estrela (Cacis) e Sindilojas Vale do Taquari, contando com a presença dos respectivos presidentes, Verno Arend e Giraldo Sandri. Segundo Schifino, em 2016 a elevação ainda será tímida, de 0,33%, evoluindo gradativamente para chegar a 2018 com acréscimo de 2,5%.

Para enfrentar o período de retração, um das mensagens para as empresas é reavaliar o negócio. “A crise é, muita vezes, uma oportunidade de melhorar”, afirmou o economista. Ele traçou um histórico dos fatores que influenciaram para o atual cenário e a necessidade de ajuste, ou seja, da mudança de rumo da economia. “Os problemas são efeito das escolhas do governo a partir de 2008/2009. Buscou-se exclusivamente aumentar a demanda, sem mexer na capacidade produtiva, que é o que gera crescimento econômico sustentável”. Schifino listou medidas como a “tentativa de baixar os juros na marra”. Na prática, esclareceu, “só diminuir os juros e fazer todo mundo gastar mais não representa crescimento”.

O palestrante associou o ajuste a um remédio amargo. “Teremos um custo no curto prazo, mas é inevitável para que voltemos a crescer numa base mais sustentável nos próximos anos”.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...