Dnit libera 14 quilômetros da duplicação da BR-386

Mais 14 quilômetros duplicados da BR-386 serão liberados pelo Dnit a partir desta quarta-feira. O trecho liga o município de Fazenda Vilanova a Tabaí.

Mesmo com a chuva dos últimos dias, colocação de placas e sinalização foram concluídas na pista dupla. Durante a manhã desta quarta-feira, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) estará no local para auxiliar na sinalização aos motoristas.

No fim de fevereiro, o órgão autorizou o trânsito de veículos em sete quilômetros, de Bom Retiro do Sul até a antiga praça de pedágio de Fazenda Vilanova ( km 363 ao km 370). Após quatro anos de obras, foram finalizados 21 quilômetros de duplicação.

Restam mais 11 Km

A BR-386 é considerada a principal ligação entre o Vale do Taquari e a capital. Em 2010, foi iniciada a duplicação dos 31,8 quilômetros entre Estrela e Tabaí. Resta ainda a conclusão de quase 11 quilômetros da obra.

Desse trajeto, o consórcio responsável pela obra trabalha em nove quilômetros. A previsão é liberá-los até o mês de maio.

Os outros dois quilômetros – na divisa entre Bom Retiro do Sul e Estrela – permanecem intocáveis porque uma tribo indígena está instalada na área. No fim de semana, a Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari (CIC-VT) organizou o movimento “Libera Já” com a participação de cerca de cem pessoas.

O intuito do manifesto foi pressionar a Funai a autorizar a entrada das máquinas nas proximidades da aldeia. Caso isso não ocorra, a duplicação corre risco de ficar incompleta.

De acordo com o Dnit, 75% dos trabalhos de duplicação estão concluídos. Em um planejamento inicial, a obra custaria R$ 150 milhões. Porém, devido aos empecilhos, o consórcio responsável pela duplicação calcula aumento próximo de R$ 50 milhões nos custos.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...