Diversificação no campo: Fruticultores retomam encontros

Grupo, formado no ano passado, começa a articular mercados para a venda da produção que deverá ser colhida a partir de outubro

Putinga – Os produtores que fazem parte da Associação dos Fruticultores de Putinga retomaram suas atividades, recentemente. A partir de agora, o grupo se reunirá mensalmente, sempre na última quarta-feira de cada mês, juntamente com o Conselho Municipal de Agricultura. “Estamos reformulando o Conselho com o objetivo de aumentar a participação dos membros, pois os produtores acabam envolvidos com as atividades na propriedade e não participam dos encontros, e com número reduzido não é possível votar ações importantes para o desenvolvimento do setor”, explica o secretário de Agricultura, Rogério Dall’Acqua.

Segundo ele, serão selecionados dez produtores, sendo cinco titulares e cinco suplentes. Estes representarão os agricultores do município e participarão das reuniões do grupo. “A decisão de incluir os fruticultores na reunião também contribui com o aumento do envolvimento deles com a causa”, afirma. Para o próximo encontro está prevista a participação de um grupo do município de São José do Herval que está organizando um seminário ligado à fruticultura. “Vamos recebê-los e conhecer o evento. É importante participarmos de encontros para agregar conhecimento”, enfatiza.

Cerca de 35 produtores fazem parte da associação. Os oito novos hectares de culturas como uva, pêssego, ameixa, caqui, figo, laranja e limão foram implantados em 2012 e devem começar a produzir em outubro deste ano. “Agora vamos em busca de mercado para esta produção. Não podemos esperar a época de colheita, é preciso garantir o destino com antecedência”, ressalta.

A ideia do grupo é realizar visitas a propriedades que já possuem mercado garantido, como forma de adquirir experiência. “Também é importante buscarmos parceiros e pensarmos na logística de venda, pois se tivermos um bom planejamento conseguiremos oferecer preços competitivos”, aponta. Dall’Acqua acredita que se não fosse por meio da associação seria difícil implantar novos hectares de fruticultura no município. “Os produtores sabem produzir, a dificuldade está em encontrar mercado, e este é o nosso papel como administração, fazer o meio campo entre o produtor e o consumidor. A fruticultura é uma excelente opção de diversificação nas propriedades e renda para os produtores, por isso incentivamos o plantio”, salienta.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...