Dirigentes do Sindilojas Vale do Taquari buscam aperfeiçoamento

O Sindilojas Vale do Taquari busca de forma constante oportunizar atualização e novos conhecimentos para os empresários que atuam voluntariamente na diretoria da entidade. Dessa forma, o sindicato patronal do varejo está melhor preparado para bem representar a categoria. Na última quarta-feira, dia 13, dirigentes participaram do curso Formação de Líderes Gerenciais. O treinamento ocorreu no Sistema Fecomércio, em Porto Alegre, durante todo o dia. Nesta terça-feira, dia 19, o presidente Giraldo Sandri e outros membros se farão presentes no evento Giro pelo Rio Grande, em Santa Cruz do Sul, focado no debate de temas importantes dos cenários econômico e político do Brasil.

A agenda local será dia 26 de agosto, na palestra de liderança emocional que vai ocorrer na sede do próprio Sindilojas, em Lajeado. As programações fecham dia 27 de agosto com o 4º Fórum de Sustentabilidade, em Porto Alegre. O evento vai debater o desenvolvimento sustentável das empresas do setor terciário e terá entre os palestrantes o doutor em Teologia Leonardo Boff.

O cronograma de atividades fez parte da reunião de diretoria, realizada na terça-feira, dia 12. Entre outros assuntos abordados, destaque para as eleições deste ano e a preocupação do número de candidatos de fora do Vale do Taquari que buscam votos dos eleitores locais. “O Sindilojas apoia os políticos daqui, os quais possam contribuir de forma mais efetiva com as demandas que temos”, afirmou Sandri.

Substituição tributária

O diretor Sílvio Fröhlich aproveitou para comentar com o grupo a sanção da lei complementar que “universaliza”, a partir de 2015, o acesso ao Simples Nacional e padronizou também o uso da Substituição Tributária (ST) pelos Estados. Desse modo, não será mais permitido estender a ST para além dos casos previstos na Lei.

Na prática, a lei dará igualdade de tratamento para as empresas do país – independentemente de onde ela está situada. Foram excluídos da substituição tributária os pequenos negócios dos segmentos de vestuário e confecções, móveis, couro e calçados, brinquedos, decoração, cama e mesa, produtos óticos, implementos agrícolas, instrumentos musicais, artigos esportivos, alimentos, papelaria, materiais de construção, olarias e bebidas não alcoólicas.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...