Dia de conscientização pela água em Imigrante

Preservação e cuidados foram os temas principais de uma ação de conscientização chamada de Dia da Água, em Imigrante. Cerca de 30 moradores do município participaram da atividade, organizada pela Emater/RS-Ascar, em parceria com a prefeitura, na última semana.

Foram abordadas várias formas de conscientização em relação à proteção da água, tanto em córregos e rios, quanto de fontes naturais, no caso as vertentes. Um dos assuntos abordados também foi a utilização de esterqueiras cobertas nas propriedades rurais.

Ao final da atividade, foram plantadas 45 mudas de árvores nativas ao longo do Arroio da Seca, em trecho na propriedade de Celso Rabaioli, que cedeu espaço para a realização do evento.

De acordo com Rabaioli, parte do sustento da sua família vem da propriedade rural. “Nós não fazemos tudo certo, mas o importante é cuidarmos da natureza e da água, pois precisamos dela. Ninguém é dono de terras, apenas administradores, e por isso, devem ser administradas da melhor forma possível.”

Segundo a extensionista da Emater, Nair Kunzler Massotti, não se pode apenas criar consciência, é preciso fazer algo para proteger a água, em cada propriedade. Já o responsável pelo Departamento Municipal de Meio Ambiente, Rodrigo Spellmeier, frisou a importância do encontro, como forma de conscientização e aprendizagem entre os moradores, além da troca de experiências. “O ponto chave do encontro foi o plantio de mudas nativas ao longo do Arroio da Seca, como medida de proteção”, destacou Spellmeier

Também participaram o vice-prefeito Charles Porsche; o secretário de Agricultura, Indústria e Comércio, Celson Miguel da Silva; o presidente da Câmara de Vereadores, Luis Carlos Demari; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), Luciano Carminatti; a técnica da Emater de Imigrante, Cristiane Dexheimer; e o engenheiro agrônomo da Emater de Teutônia, Michael da Silva Serpa.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...