Dia de campo sobre tecnologia de precisão abre programação do Fórum do Leite

Na tarde da última quinta-feira, dia 16, ocorreu o primeiro Dia de Campo do Fórum Tecnológico do Leite – 10ª Edição e Feira Agro-Comercial – 6ª Edição, que acontecem nos dias 21 e 22 de setembro, promoção do Colégio Teutônia e parceiros, e que terá como tema central “Eficiência na produção leiteira”.

Tendo por local a Granja do Colégio Teutônia, o circuito temático do Dia de Campo, com inscrições gratuitas, destacou “Tecnologias de precisão: manejo e tecnologias de ordenha, dinâmicas, operação de tratores com piloto automático, demonstrações práticas com tratores e implementos”. Na oportunidade estiveram dispostas estações da Cooperativa Languiru, com a Loja Agrocenter; da Samaq Massey Fergusson; e da Milkparts.

O coordenador geral do evento, professor Márcio Mügge, enalteceu a importância da temática para esta primeira atividade do Fórum. “O Dia de Campo busca aliar o conhecimento com a prática e, nesse contexto, a tecnologia de precisão é muito importante no que se refere à eficiência produtiva nas propriedades rurais. Nossa proposta foi de mostrar ao produtor da cadeia leiteira o uso de diferentes tecnologias disponíveis no mercado e que podem ser implementadas na nossa realidade de pequenas propriedades. Os participantes deste primeiro encontro puderam interagir neste meio”, destacou Mügge.

Ele ainda citou o processo de evolução no campo. “A viabilidade e a sustentabilidade nas propriedades rurais dependem muito dos custos de produção, e quanto menos desperdício e mais eficiência nos processos, maiores e melhores serão os resultados financeiros na atividade rural. Além disso, o uso de tecnologias é um atrativo para a permanência dos jovens no campo, uma outra geração que está atenta a essas novidades”, avaliou.

Circuito temático

O circuito temático distribuído pela Granja do Colégio Teutônia contou com estações da Cooperativa Languiru, com a Loja Agrocenter; da Samaq Massey Fergusson; e da Milkparts. Os profissionais das empresas apresentaram equipamentos para o manejo e tecnologias de ordenha robotizada, utilização de computador de bordo, GPS e comunicação via satélite na operação de tratores com piloto automático, com dinâmicas e demonstrações de tratores e implementos.

Nos estandes da Loja Agrocenter Languiru, os profissionais explicaram o funcionamento de aparelho GPS universal, com demonstração prática na utilização de distribuidor de fertilizante; operação de misturador vertical com balança, que permite acompanhamento da dieta nutricional dos animais a partir de aplicativo de celular; prática em desensilador e misturador; e apresentação de equipamentos de fenação. “Estamos divulgando novas tecnologias que podem ser utilizadas também nas pequenas propriedades rurais, características na nossa região, uma nova realidade de agricultura de precisão que qualifica e traz eficiência ao campo, fazendo a coisa certa, na medida certa e no lugar certo, usufruindo do máximo de cada área de terra e rebanho na propriedade”, destacou o coordenador comercial Neodi Elias Tischer.

A Samaq Massey Fergusson também apresentou a utilização prática de GPS, enaltecendo a possibilidade de redução de custos e eficiência produtiva na lavoura com mapeamento da área de terra, e o uso de piloto automático em tratores. Entre outros exemplos, destacaram a utilização de adubos considerando a real necessidade das lavouras. “Com investimento em tecnologia de precisão, os produtores terão economia futura no que se refere à utilização de insumos, em termos de quantidade e correta utilização. Tudo isso não é apenas um ‘capricho’, mas uma questão de necessidade para o campo. Não há como aumentar o espaço físico das lavouras, então o agricultor somente poderá aumentar a sua produtividade incrementando a produção por hectare, e nisso a tecnologia de precisão é essencial”, explicou o vendedor externo Jair Inácio Sulzbach.

No estande da Milkparts, o supervisor técnico comercial Laudecir S. Gross apresentou robôs de ordenha, aliados à higienização e qualidade no processo de produção leiteira, além de equipamento para identificação de cio dos animais. “O uso de tecnologias também está relacionado à qualidade da matéria-prima, e a cadeia produtiva do leite, o mercado consumidor, exigem a qualidade e a sanidade dos produtos lácteos”, exemplificou, acrescentando que a tecnologia também é importante para suprir a demanda por mão de obra. “Cada vez mais os produtores buscam mais produção, que acaba ficando limitada à falta de mão de obra. O sistema robotizado para ordenha qualifica e facilita a atividade, com a possibilidade de melhores índices de produção, controle e gerenciamento. Além disso, as tecnologias na propriedade também são ‘uma luz no fim do túnel’ para a sucessão rural, com a permanência dos jovens no campo”, afirmou.

Próximos dias de campo

O próximo Dia de Campo será no dia 14 de julho, das 14h às 16h30min, destacando nutrição e qualidade do leite, com estações da Emater, Centro Regional de Treinamento de Agricultores (CERTA) e Colégio Teutônia. No dia 18 de agosto, o Dia de Campo apresenta programa de criação de terneiros como opção complementar à atividade leiteira nas propriedades, ideia inovadora para geração de renda, com estação da Nutrifarma. Todas essas atividades ocorrem na Granja do Colégio Teutônia.

Ainda no dia 18 de agosto, das 17h30min às 21h, haverá mostra de trabalhos de iniciação científica dos estudantes dos cursos técnicos do Colégio Teutônia, trabalhos de sala de aula desenvolvidos com olhar prático para o dia a dia da agropecuária e do agronegócio. O evento ocorre no Auditório Central do educandário.

Fórum e Feira em setembro

O Fórum Tecnológico do Leite e a Feira Agro-Comercial marcam as comemorações pelo Dia Estadual do Leite em Teutônia. A data é celebrada anualmente na terceira quarta-feira do mês de setembro, enaltecendo a importância da bebida para a população e incentivando o consumo do alimento. Bastante diversificada, a programação busca envolver diferentes públicos, desde produtores rurais, profissionais técnicos, lideranças, estudantes, crianças e jovens, bem como a comunidade em geral.

Tendo por local o Colégio Teutônia, também haverá espaço destinado às agroindústrias familiares com produção de queijo, salame, conservas, embutidos, pães e ovos, além de estações de empresas parceiras do evento, o tradicional concurso de Leite em Metro e a Escolinha do Leite, desenvolvida numa parceria entre CT e Languiru.

As inscrições para participar de toda programação são gratuitas. Mais informações podem ser obtidas pelo fone (51) 3762-4040, na Secretaria do CT, pelo site oficial do evento www.forumtecnologicodoleite.com.br e e-mails marcio@colegioteutonia.com.br e areatecnica@colegioteutonia.com.br.

O Fórum Tecnológico do Leite – 10ª Edição e a Feira Agro-Comercial – 6ª Edição é uma realização do Colégio Teutônia, com o patrocínio das cooperativas Languiru, Certel e Sicredi, Nutrifarma/Nuscience, Du Pont/Pioneer e Prefeitura de Teutônia, com apoio de Emater-Ascar/RS, Governo do Estado do Rio Grande do Sul – Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Fetag-RS, Associação dos Engenheiros Agrônomos do Vale do Taquari (ASEAT), Regional Sindical Vale do Taquari e Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (CAPA).

Programação

21 de setembro de 2016 – Auditório Central do Colégio Teutônia – Dia Estadual do Leite

  • 19h – Recepção, credenciamento e momento cultural
  • 19h30min – Abertura Oficial do Fórum Tecnológico do Leite – 10ª edição
  • 20h – Painel “Qualidade do leite, cenário e ações governamentais”.
    Painelistas: Senar, Emater, Fetag, Sindilat, MDA e SDR
    Público-alvo: profissionais da cadeia leiteira
  • 22h – Encerramento das atividades do dia

22 de setembro de 2016

  • 9h – Recepção, credenciamento e momento cultural
    Local: Auditório Central do CT
  • 9h às 11h – Escolinha do Leite
    Local: Miniauditório do CT
  • 9h30min às 11h – Palestra “Forrageiras para integração lavoura pecuária”
    Palestrante: professor e pesquisador Renato Serena Fontaneli
    Público-alvo: profissionais da cadeia leiteira
    Local: Auditório Central do CT
  • 11h às 14h – Circuito de visitação à Feira Agro-Comercial e Estações Temáticas, com a participação de agroindústrias
    Público-alvo: profissionais da cadeia leiteira
    Local: Estrutura interna do CT
  • 14h – Painel “Sistemas de produção – relato de experiências”
    Painelistas: produtores de leite da região nos sistemas a base de pasto, Free Stall (galpão de confinamento de animais em sistema de baia/cama individual) e Compost Barn (galpão de confinamento de animais em sistema de cama coletiva)
    Mediação: pesquisador e consultor Lucildo Ahlert
    Local: Auditório Central do CT
  • 14h às 16h – Escolinha do Leite
    Local: Miniauditório do CT
  • 16h – Concurso do leite em metro e sorteio de brindes
  • 16h30min – Encerramento do Fórum Tecnológico do Leite – 10ª Edição e Feira Agro-Comercial – 6ª Edição

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...