Dia das Mães: Lojistas da região antecipam promoções

Depois do Natal, o período de Dia das Mães costuma ser a data comemorativa com maior venda no comércio varejista. O momento econômico vivenciado em todo o país prejudica as projeções deste ano. Pesquisa feita pela Fecomércio/RS aponta para a repetição dos índices de 2014, apresentando apenas incremento nominal.

Na tentativa de garantir as vendas e a movimentação no período, entidades e lojistas antecipam as promoções. Em Estrela, a Cacis abriu a campanha na sexta-feira, dia 17. Ao todo, serão distribuídos seis vale-compras no valor de R$ 500 do supermercado STR.

Cada compra a partir de R$ 50, feita em uma das cem lojas associadas, garante uma cautela. A campanha encerra em 9 de maio. O sorteio dos prêmios ocorre no dia 12 de maio.

Em Lajeado, a promoção da CDL inicia nesta sexta-feira, dia 24. Até 16 de maio, haverá o sorteio de 195 prêmios instantâneos e seis vales-compras de R$ 1 mil cada, da Associação Rural de Lajeado (Arla).

Para participar os consumidores devem comprar os presentes em pelo menos uma das 150 lojas participantes, onde terão direito a uma cautela a cada R$ 50 gastos. Em 2014, a campanha teve a adesão de 120 lojistas e registrou incremento de 1,2% nas vendas em relação ao ano anterior.
Outras cidades com mais habitantes, como Arroio do Meio, Encantado e Teutônia, não terão campanhas organizadas por entidades. As promoções ficam a critério de cada comerciante.

Cresce pagamento à vista

A opção pelo pagamento à vista deve prevalecer nas compras dos presentes no comércio gaúcho. A modalidade foi escolhida por pelo menos 80% dos entrevistados, em pesquisa feita pela Fecomércio. Entre os que farão compra a prazo, mais da metade pretendem parcelar em três vezes o pagamento.

Em média, cada pessoa deve comprar um presente, sendo a maioria homens. O gasto médio, deverá ser de R$ 135. Dentre os tipos de presente mais frequentes, a pesquisa mostra a procura por vestuário (41,3%), perfumes e cosméticos (17,1%), calçados (11,5%), eletroeletrônicos e eletrodomésticos (11,2%).

Como locais preferidos para efetuar as compras de Dia das Mães estão as lojas localizadas nos centros das cidades (58%) e shoppings (20,5%).

Lojistas estão confiantes

Lojistas como Renan José Borelli contrariam as projeções da Fecomércio. “O mercado não está tão freado como divulgam.” Proprietário de lojas de vestuário e calçados, em Estrela e Lajeado, estima um aumento de cerca de 10% nas vendas no período, em relação ao ano passado.

Segundo ele, apesar da oscilação econômica, abril já superou o mesmo período de 2014. Com a chegada do mês das mães, abre as promoções na linha de botas. Os produtos são ofertados no preço à vista, em até dez vezes sem juros e sem entrada.

Assim como a maioria dos estabelecimentos, espera mais movimento na última semana que antecede o Dia das Mães. Da mesma forma, o coordenador de uma loja de móveis e eletrodomésticos de Lajeado, Rudinei da Silva Costa, se prepara com a reposição dos estoques.

“Temos presentes com parcelas mensais a partir de R$ 9,90.” Para facilitar as compras, há produtos com parcelamento em até seis vezes em cartão. Como diferencial, a loja aposta na entrega aos domicílios.

“Não compre além das possibilidades”

Diante do momento econômico do país, com inflação alta, crédito restrito e redução da confiança do consumidor, a economista Cíntia Agostini prevê investimentos em presentes menores e com preço mais baratos às mães. Para evitar maiores endividamentos, aconselha as pessoas a gastarem um valor acessível à renda familiar.

“Evite o carnê. Compre aquilo que represente a relação do filho com a mãe, mas não compre além das possibilidades.” Sugere a pesquisa de preços e por descontos no pagamento à vista, como uma forma de economizar.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...