Defesa Civil prepara simulado de evacuação estádio do Lajeadense

Vazamento de gás, explosões, alastramento de incêndio, desabamentos e feridos. Estas são algumas das possíveis situações que a equipe do Sistema de Comando de Incidentes (SCI) enfrentará junto com o público presente no Simulado de Evacuação da arena alviazul do Clube Esportivo Lajeadense. A encenação do acidente ocorrerá no dia 30 de novembro com a finalidade de testar o plano de contingência criado para o estádio e resolver os problemas que ocorrerem.

O coordenador regional da Defesa Civil (DC), tenente coronel, Vinicius Renner Galvani, tem-se reunido há algumas semanas com entidades regionais e estaduais para formatar o Simulado Municipal de Lajeado. Na reunião da última terça-feira, dia 22, foi confeccionado o plano de contingência da arena e definido o dia da simulação do incidente, marcado para trinta de novembro, um sábado à tarde.

Repercussão nacional

Renner explica que, “o simulado de evacuação do estádio terá repercussão nacional por incluir o ciclo completo, ou seja, na ocorrência de um evento adverso serão acionados os órgãos de pronto atendimento em todos os níveis possíveis. Ao mesmo tempo, teremos a evacuação das pessoas do estádio, estacionamentos e montagem do sistema de comando de incidentes. Formamos lideranças em todos os segmentos da sociedade, com a intenção de construirmos um comportamento seguro, e uma cultura de prevenção”.

“O simulado é a nível municipal, mas com a participação de vários segmentos locais e estaduais, será acionado o plano de auxilio mútuo em que permitirá o apoio de outros municípios. É um evento complexo, mas nossa intenção é tratarmos a ocupação de espaços públicos de forma segura e, em caso de anormalidade, saber quais atitudes corretas deveremos tomar, evitando problemas ou minimizando-os ao máximo. Todos ganham com o simulado, sociedade e órgãos envolvidos, testamos uma situação mais próxima da real possível”, finalizou Renner.

No evento, ocorrerá uma explosão que culminará no alastramento do fogo. Os órgãos competentes que fazem parte do SCI serão acionados junto com os voluntários cadastrados na Unidade Parceiros Voluntários (UPV) Lajeado. Fazem parte do SCI: DC regional e municipal; Cruz Vermelha; Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu); Polícia Rodoviária Estadual; Policia Civil; Corpo de Bombeiros de Lajeado; Hospital Bruno Born; Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social (STHAS); Secretaria da Saúde (SESA); Prefeitura de Lajeado; UPV e Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil)

O que é um Simulado

Estes eventos consistem na mobilização da comunidade de diferentes municípios para o enfrentamento de situações hipotéticas de desastres ambientais ou acidentes de grande proporção que coloquem em risco a população, bens materiais e naturais.

“Com a participação no simulado, as lideranças voluntárias em cada município e o público em geral, saberão – em caso de desastre – onde se concentrar, a quem procurar e o quê fazer. Precisamos evitar o pânico, manter a calma e o controle, para saber que ações devemos tomar diante de um evento adverso. Nos preocupamos com a segurança global da população, sejam catástrofes naturais ou tecnológicas.”, complementa o coordenador regional da DC.

Renner chama a atenção para a importância de haver número expressivo de voluntários envolvidos no Simulado para que, em caso de necessidade, essas pessoas saibam como agir e estejam capacitadas para atuar auxiliando em tragédias. Para isso, os interessados devem cadastrar-se junto a UPV Lajeado.

As inscrições dos voluntários interessados em participar do Simulado devem ser realizadas com a coordenadora da UPV Lajeado, Gilmara Scapini, na sede da Acil, rua Silva Jardim, 96, Centro – pelo email parceirosvoluntarios@acilajeado.org.br, ou fone 3011-6900, na parte da manhã.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...