Dália apresenta projeto de frango de corte a prefeitos dos vales do Taquari e Rio Pardo

Prefeitos de 20 municípios dos vales do Taquari e do Rio Pardo sinalizaram interesse em serem parceiros da Dália Alimentos para a execução do Projeto ASA – Complexo Avícola. Em reunião realizada nesta quinta-feira, dia 25, no Centro de Cultura, em Encantado, detalhes do projeto foram apresentados pelo presidente Executivo Carlos Alberto de Figueiredo Freitas e pelo supervisor do Frango de Corte Pedro Raul Mallmann.

O Projeto ASA, que significa América Sociedade Avícola, consiste na edificação de matrizeiros e granjas de frango de corte. Os primeiros municípios a manifestarem o interesse serão os que sediarão os projetos. Segundo Freitas, será uma parceria público-privada entre a Dália Alimentos e os municípios, cabendo às prefeituras doar a área de terras, realizar o serviço de terraplenagem e a infraestrutura da área em que os produtores interessados em participar do projeto edificarão as granjas matrizes e de frango de corte. “O encontro foi muito positivo, com excelente participação dos prefeitos convidados. Agora vamos aguardar o posicionamento para dar seguimento aos trabalhos”, avalia Freitas.

O próximo encontro, desta vez com os produtores associados à Dália e interessados em fazer parte do projeto, será realizado no dia 14 de abril, com horário e local a definir. O Projeto ASA, onde toda a matéria-prima será produzida, comportará toda a parte de produção no campo deste novo empreendimento da cooperativa.

A outra parte do empreendimento consiste no Complexo Industrial que será edificado no município de Arroio do Meio, nas proximidades do Complexo Lácteo da Dália Alimentos, em Palmas, na ERS-130. O investimento será de R$ 106 milhões e compreenderá uma fábrica de rações, com capacidade para 45 toneladas/hora; um frigorífico de aves, com capacidade para abate de 55 mil aves por turno de oito horas; e uma fábrica de farinha, com capacidade mensal de 700 toneladas de subprodutos. O incubatório, unidade do projeto onde serão produzidos os pintos de um dia, será implantado no município de Mato Leitão.

Exemplo de Fazenda Vilanova

O vice-prefeito e secretário de Obras de Fazenda Vilanova, Paulo Renato Wermann, foi um dos convidados do encontro. Ele relatou o exemplo exitoso do município que possui uma granja de ovos férteis que representa 13% de toda a arrecadação anual do município.

De propriedade privada, na época de sua implantação a granja recebeu incentivo do município no valor de R$ 3 milhões em terraplenagem. O empreendimento iniciou as atividades em 2011, numa área de 220 hectares. Hoje conta com 300 matrizes, produção diária de 270 mil ovos e envolvimento de 70 famílias.

Saiba mais | Projeto ASA

O processo de produção dos animais a campo será abrigado por uma associação denominada América Sociedade Avícola (ASA) em que um grupo de associados formarão uma organização coletiva que implantará as granjas de recria das matrizes, as granjas de produção dos ovos férteis e as granjas para criação do frango.

Na primeira fase, o Projeto ASA estará estruturado para produzir o volume de 55 mil frangos/dia, dobrando a produção para 110 mil aves/dia na segunda fase. Os investimentos serão custeados pelos produtores e pelas prefeituras parceiras, cujos municípios serão contemplados com os investimentos e auxiliarão na aquisição de áreas de terras, terraplanagem, acessos, poço artesiano e rede elétrica trifásica.

Serão implantadas duas granjas de matrizes recria com quatro aviários cada; quatro granjas de produção de ovos férteis, com quatro aviários cada; e oito granjas para a produção do frango de corte, com dez aviários cada.

O Projeto ASA será responsável pelo levantamento dos aportes financeiros para a implantação. Para que possa haver racionalização no uso dos recursos, tanto na implantação quanto na condução das criações, a Dália Alimentos prestará amplo apoio gerencial e técnico.

 

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...