Construmóbil: Pesquisa mostra satisfação de 90,8% dos expositores

A comissão organizadora da 6ª Feira da Construção Civil, Mobiliário e Decoração do Vale do Taquari – Construmóbil 2013 divulgou, na última semana, o resultado da pesquisa de satisfação com os expositores e o relatório da portaria do evento, realizado entre os dias 25 e 29 de setembro. O evento foi promovido pela Associação Comercial e Industrial (Acil) e prefeitura de Lajeado.

Os números corroboram o que havia sido percebido durante os dias de feira, em contatos diretos com os mais de 200 expositores de todo o Estado que estiveram no Parque do Imigrante, e também com os números apresentados pela comissão no encerramento do evento: que o grau de satisfação de quem esteve representado na Construmóbil era alto, e que os objetivos haviam sido atingidos.

A pesquisa detalhou itens como objetivos propostos; instalações; segurança; sinalização; organização e outros, e também questionou o expositor se este gostaria de participar da próxima edição do evento, que será realizada em 2015: 88,14% dos entrevistados se mostraram interessados em voltar a expor seus produtos daqui a dois anos.

Também chamou a atenção o índice de empresas que alcançaram os objetivos propostos: 88,98%. Para 61,86%, a organização foi boa e, para 33,05%, foi muito boa. A avaliação geral de satisfação com o evento alcançou 90,83%.

“Estes são números significativos para nós, da comissão”, avalia o presidente da feira, André Kieling. “Buscamos a satisfação dos expositores e trabalhamos mais de um ano nisso. Apenas nove deles disseram que não alcançaram os objetivos.”

Expositores pedem melhorias

As instalações do Parque do Imigrante foram aprovadas com índice muito bom por 17,8%, e, como bom, por 59,32%. Neste quesito, 21,19% dos entrevistados marcaram a alternativa ruim – e, neste sentido, acrescentaram que há necessidade de melhorias fundamentais nas instalações de banheiros e outras. A principal crítica na pesquisa esteve exatamente em um dos pontos que mais preocupou a comissão organizadora no período que antecedeu o evento: as goteiras nos pavilhões. Grande parte dos entrevistados apontou que há necessidade de qualificar a estrutura destas áreas.

“O nível das feiras de Lajeado, está muito acima do nível da infraestrutura oferecida pelo Parque do Imigrante, estamos atrasados, melhor, obsoletos, precisamos urgentemente recuperar o tempo perdido. Já passou a hora de termos um parque de exposições amplo e moderno, que faça jus a pujança econômica da nossa cidade, caso contrário vamos passar vergonha nas próximas feiras, a Expovale 2014 está aí,” enfatiza Kieling.

Entre os objetivos dos expositores, o de fechar negócios representava 16,95%; o de divulgar sua marca, 51,69%; e 29,66% tinham os dois interesses.

Nas sugestões destacaram-se a divisão da feira em dois finais de semana; ampliação do número de pontos de alimentação e melhorias no estacionamento dos expositores.

Todos os dados serão avaliados para que a comissão organizadora da Construmóbil 2015 – que será presidida pelo construtor Clécio Vargas – tenha um panorama detalhado do que buscam e projetam visitantes e expositores.

A edição 2013 da Construmóbil teve patrocínio da Fruki, Caixa Federal e do Sinduscom VT, e apoio da Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo, Banco do Brasil, Univates, Saffran Bebidas, Eurobier, Corsan e Certel Energia.

Portaria do evento

Em 2013, pela primeira vez, a feira contou com acesso gratuito ao visitante – desde que cadastrado antecipadamente. A experiência foi aprovada, mas deverá receber ajustes e melhorias na edição de 2015.

O objetivo da comissão foi conhecer quem, de fato, é o visitante da Construmóbil. Buscava-se saber se eram profissionais da área, estudantes, ou apenas famílias a passeio.

E os dados mostraram isso: 20,9% dos visitantes eram estudantes; 17,57% integravam equipes de serviço; 11,79% eram do ramo da indústria; 9,89% eram lojistas; 9,84% eram profissionais liberais; e 5,40% eram construtores.

“Também comprovamos o caráter regional da feira, com visitantes de diversas partes do Estado e do país”, reforça Kieling.

A feira recebeu visitantes de sete Estados do país (Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e do Rio Grande do Sul). O RS foi o mais representado, seguido de Santa Catarina e São Paulo.

Visitantes de 127 cidades do Estado estiveram no Parque do Imigrante durante os dias de evento. As cidades do Vale do Taquari foram as mais representadas, mas também destacaram-se Caxias do Sul (29), Garibaldi (17), Guaporé (24), Mato Leitão (89), Montenegro (19), Porto Alegre (88), Santa Cruz do Sul (185) e Venâncio Aires (326).

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...