Construmóbil 2017 debate economia colaborativa e novas relações de consumo

A economia colaborativa, tema da Feira da Construção Civil, Mobiliário e Decoração do Vale do Taquari – Construmóbil 2017, esteve em debate na tarde desta sexta-feira (31) durante encontro realizado na Oficina670 Coworking. Com a participação do presidente da feira, Marcos Mallmann, e do secretário de Desenvolvimento Econômico de Lajeado, Douglas Sandri, um grupo de 25 pessoas refletiu sobre novos comportamentos e plataformas de compartilhamento, discutindo não apenas o conceito, mas também maneiras de colocá-lo em prática.

Partindo da minipalestra “O futuro dos negócios é o mesh”, da comunidade global TED, o grupo abordou as vantagens da nova economia e a rentabilização das ações, além de compartilhar experiências e relatar dinâmicas que contribuem para o crescimento das pessoas, organizações e comunidades. Para Sandri, essa nova relação de consumo faz parte de um movimento natural que permite que as pessoas tenham acesso a produtos e serviços que individualmente não seria possível. Ao justificar a escolha pela economia colaborativa como norteador do evento, Mallmann explicou que é preciso conscientizar a população de que “nós somos mais fortes do que eu” e que “é possível fazer o bem e ter lucro”. Segundo ele, a feira quer instigar a sociedade e, em especial, a classe empresarial a buscarem novos modelos de negócios, focados em atitudes que valorizam o coletivo. Ao comentar que ideias e alternativas concretas exigem mudanças culturais, ele garantiu: “Tenho certeza de que estamos no caminho certo”.

A Construmóbil 2017 acontece de 6 a 10 de setembro, no Parque do Imigrante em Lajeado. As palestras e debates sobre economia colaborativa na Oficina670 (Av. Benjamin Constant, 670- 2º andar no Genes Work&Shop) acontecerão na última sexta-feira de cada mês, a partir das 13h, até setembro. A próxima atividade está agendada para o dia 29 de abril e terá como tema central as novas economias abertas. A participação é gratuita.

 

Fonte Simone Rockenbach

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...