Conquistas e aspirações da Administração Municipal foram expostas à CIC de Anta Gorda

Empresários antagordenses ouviram atentos, números, dados, projetos, entre outras informações sobre a realidade do município de Anta Gorda. Promovendo um coquetel empresarial com o tema “O cenário atual e as perspectivas para o Futuro de Anta Gorda”, a Câmara de Indústria e Comércio (CIC) de Anta Gorda, proporcionou a gerentes e proprietários de empresas, mais conhecimentos sobre a realidade municipal. O evento ocorreu recentemente, no Sordi’s Restaurante. Conforme a organização, cerca de 75 pessoas estiveram presentes. O orador convidado foi o prefeito Neori Luiz Dalla Vecchia. A iniciativa ocorreu pela primeira vez no município. Neori expôs obras/projetos/trabalhos realizados e explicou de onde vem o dinheiro para ser usado pelo município.

Um dos exemplos expostos, que chamou a atenção dos presentes, é sobre o Imposto sobre a Comercialização de Mercadorias e Serviços (ICMS). Conforme o mandatário, “se hoje uma empresa paga R$ 10 mil de ICMS em um mês, 75% fica para o estado, 25% vai para o bolo dos 497 municípios. Do resultante do bolo, R$ 9,90 retorna para o município. Sendo que 25% deve ser investido em educação e 15% em saúde, resta livre R$ 5,94”. Ele também exemplificou que, R$ 1 milhão/ano gerado de valor adicionado (VA) por um produtor rural, atualmente, gera R$ 26.780,00 de retorno para o município. O ICMS que está retornando para Anta Gorda em 2015, é o resultante de dois anos atrás. “Em 2013, os produtores rurais totalizaram 63,28% de valor adicionado e a indústria, comércio e serviços 36,72%”.

O prefeito também comentou dos trâmites junto à administração para lançar o Projeto Berçário Industrial, que consiste em disponibilizar áreas de terras para a instalação ou ampliação de indústrias. Sobre atrair novas empresas ou apoiar as existentes, mostrou os números de 2014. “Repassamos R$ 406.440,00 para entidades ou empresas em 2014. A que recebeu o valor mais alto – R$ 75 mil – foi a Diamaju, para a construção de seu novo CD Logístico. Sozinha ela representa mais da metade do retorno de ICMS que o comércio dá para o município”, expôs. Neori também lembrou da área de terras adquirida por R$ 60 mil mais serviços de terraplanagem repassados para a Importadora e Exportadora Acrevi Ltda que comercializará erva-mate. “Eles terão a capacidade de absorver toda a produção de erva de Anta Gorda”.

A fiscalização de vendedores ambulantes também é uma preocupação do gestor. Ele disse que o telefone celular da Ouvidoria-Geral do município está a disposição para que a presença deles seja comunicada e um fiscal vá até o local. “É o 51 9701 3504. Não podemos impedi-los de estarem aqui, mas para venderem eles devem pagar a licença de comercialização. Mesmo sendo em finais de semana, nosso setor de fiscalização se disponibiliza, mas, para tanto, é preciso que a comunidade comunique, pois nem sempre ficamos sabendo que os ambulantes estão por aí”.

O prefeito citou ainda a regulamentação do perímetro urbano do Distrito de Itapuca e do Centro e o estudo para urbanizar a Vila Borghetto como avanços para o crescimento da cidade. “Consequentemente receberemos sim, mais IPTU, mas faz parte do processo de evolução. A cidade precisa crescer e precisa também, cada vez mais, de investimentos por parte do poder público municipal”, destacou. O total de R$ 4.487.955,94 conquistados entre emendas ou verbas federais e estaduais e de R$ 327.636,00 de contrapartida municipal também foi destacado pelo mandatário que listou o que foi feito com esse valor.

Sobre a crise pela qual o Brasil passa, Dalla Vecchia disse que os reflexos já estão chegando ao município. “Para termos uma ideia, conforme o nosso setor de contabilidade, só em janeiro e fevereiro desse ano, já deixamos de receber 7% de recursos que deveriam ter vindo da União e do Estado. E isso significa muito para nós”, evidenciou. Finalizando, ele lembrou de seu empenho e dedicação em sempre acertar nas decisões. “Há anos atrás o prefeito praticamente fazia o que queria; hoje, faz só o que é permitido por lei e ainda com muito cuidado para que tudo esteja nos conformes exigidos. Podem ter certeza que estamos nos esforçando muito por nossa comunidade”.

Após a explanação do prefeito, Sérgio Luis Beckel Flor, proprietário da Brasvegro Consultoria, gerente de vendas da empresa Diamaju e autor dos livros Vento Nordeste, comentou sobre o momento atual brasileiro. “Não podemos esquecer que, às vezes, é na crise que se cresce e isso geralmente é um trunfo de quem sabe empreender”, disse. Ele ainda explanou sobre a importância de uma boa gestão para o sucesso de um negócio.

O presidente da CIC de Anta Gorda, Junior Luis Casagranda, agradeceu aos conferencistas pela disponibilidade de participarem do evento e aproveitou para falar das próximas atividades da entidade. “Pedimos para reservarem a noite do dia 30 de abril para o jantar do trabalhador, que tornou-se uma tradição de nossa entidade. Esperamos poder contar com todos, mais uma vez. E também estamos agendando para maio um curso de dicção e oratória que pensamos ser uma necessidade hoje”, explanou.

Cenário atual

No quadro do cenário atual, vários dados/números/projetos/trabalhos foram expostos. Confira alguns destaques:

  • A população estimada pelo IBGE é de 6.228 habitantes (ano base: 2014)
  • Anta Gorda é o 30º município mais igualitário do Brasil, conforme o Atlas de 2013, que usa dados obtidos pelo Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
  • O município é ocupa a 571ª posição na lista das maiores rendas per capita do país, ficando com a média de R$ 810,41
  • O orçamento do município é resultante da arrecadação do Imposto sobre a Comercialização de Mercadorias e Serviços (ICMS); Fundo de Participação dos Municípios (FPM); Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e outros. Por exemplo, em 2014, o montante do orçamento municipal foi de: ICMS: R$ 5.357.504,67 (28,32%) – FPM: R$ 6.312.536,04 (33,38%) – IPTU: R$ 498.115,72 (2,63%) – IPVA: R$ 728.936,32 (3,85%) – Outros: R$ 6.014.981,35 (31,82%)
  • A projeção do orçamento municipal para 2015 é R$ 21.715.000; o de 2014 foi de R$ 16.752.649,72; e de 2013 R$ 14.722.211,77
  • A frota de veículos do município é de aproximadamente 4.077 (IBGE/2013)
  • Atualmente há 396 empresas registradas em Anta Gorda ( Autônomos: 81 – Indústrias: 43 – Comércio: 125 – Prestadores de Serviços: 106 – MEI [comércio, prestadores de serviços e indústria]: 41)

Perspectivas para o futuro

Quanto às perspectivas para o futuro, o prefeito apresentou vários projetos. Ele acredita que será possível realizar, senão todos, a grande maioria, até o final de 2016. Confira alguns destaques:

  • Urbanização da Vila Borghetto
  • Projeto Berçário Industrial
  • Melhorias na iluminação pública
  • Construção de trevo no acesso à ERS-332 (linha Contini)
  • Reestruturação do Plano Diretor (o atual foi criado em 1971)
  • Reestruturação do Código Tributário Municipal (o atual foi criado em 1990)
  • Projeto regional de videomonitoramento com a instalação de câmeras no centro da cidade
  • Terceirização da coleta do lixo
  • Escolinha de Futebol de Anta Gorda (EFAG) em parceria com a Diamaju
  • Construção de um Ginásio de Esportes no Parque Municipal de Eventos Aldi João Bisleri
  • Construção de uma praça esportiva
  • Ampliação da Escola Municipal de Ensino Infantil Girassol e construção de uma área coberta para a escola
  • Construção de uma nova sede para o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS)
  • Capeamento Asfáltico da rua Arminho Miotto – R$ 690.900,00 – Emenda parlamentar do ex-deputado Vilson Covatti
  • Capeamento Asfáltico da rua Dr. Campos e Monsenhor Scalabrini (quadra da praça) – R$ 245.000,00 – Emenda parlamentar do Deputado Jerônimo Georgen
  • Está em fase de licitação: 3 Vagões Forrageiros e 3 Distribuidores líquidos a Vácuo – Ministério da Agricultura R$ 97.500,00 (Deputado Elvino Bohn Gass)
  • Está em fase de licitação: Um caminhão tanque para distribuição de dejetos – Ministério da Agricultura R$ 190.125,00 (Deputado Márcio Biolchi)

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...