Comunidades de Anta Gorda receberão poços artesianos

As localidades de Linha Quinta e Santos Filho Arossi, no município de Anta Gorda, receberão nas próximas semanas um poço artesiano cada. A assinatura simbólica do termo de cooperação entre a Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) e a Administração Municipal foi realizada na última terça-feira, dia 17, no gabinete do prefeito Neori Dalla Vechia. O projeto beneficiará cerca de 300 famílias de ambas as comunidades. Em um futuro, outras duas localidades também receberão poços artesianos com o objetivo de ampliar a oferta de água, garantindo a manutenção do recurso para os períodos de secas.

O maquinário para a perfuração está sendo disponibilizado pelo Departamento de Infraestrutura Rural, Irrigação e Usos Múltiplos da Água (Dinfra). Presente na formalização do termo de cooperação, o diretor do Dinfra, Vilmar Galvão – no ato representando o secretário Elton Scapini – valorizou o trabalho em parceria, que garante aos agricultores o acesso às políticas públicas do Governo do Estado. “A água é indispensável para a qualificação e diversificação da produção e para a manutenção dos sistemas de irrigação de pastagens, hortas, pomares e para dessedentação animal”, salientou.

Galvão lembrou que, entre as metas da SDR, está a construção de 500 poços artesianos, fora outras tantas ações nas áreas de bovinocultura de leite, agroindústrias, Agroecologia, irrigação e piscicultura. “São uma série de políticas públicas com o objetivo de atender a milhares de agricultores familiares gaúchos”, afirmou. Os investimentos na Emater/RS-Ascar também foram mencionados pelo diretor do Dinfra. “Nos últimos três anos o orçamento da Instituição dobrou, com a contratação de mais de mil novos empregados, além da aquisição de mais de 700 veículos, computadores e outros equipamentos”, ressaltou.

Sobre a perfuração dos poços artesianos, caberá à SDR a disponibilização de técnicos para a operação das máquinas e equipamentos. À Emater/RS-Ascar caberá a elaboração de projetos técnicos e licenças ambientais. O coordenador regional da SDR, Rudimar Müller, valorizou a ação como mais uma forma de viabilizar o agricultor familiar e também o jovem na propriedade. “Em muitos casos são pequenos investimentos que, para quem recebe, são fundamentais para o fortalecimento e a diversificação de suas cadeias produtivas”, disse.

O prefeito Neori Dalla Vecchia comemorou a conquista que irá beneficiar o setor primário, que é a principal fonte de recursos para a economia antagordense. Para o chefe do Executivo são mais de 20 anos com um adequado sistema de distribuição de água no interior, porém sempre havendo a necessidade de superar alguns gargalos. “Um povo que trabalha tanto como os nossos agricultores, merece ações do tipo”, enfatizou. Entre as beneficiadas também estará a agroindústria Taicá, que produz e comercializa embutidos e cortes suínos.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...