Comitiva de Anta Gorda busca conhecimentos sobre noz pecan na Argentina

O prefeito Neori Luiz Dalla Vecchia esteve, na última semana, em Buenos Aires, na Argentina, onde conheceu os avanços no cultivo da noz pecan, desenvolvidos pelo Instituto Nacional de Pesquisa Agropecuária (INTA). Ele esteve acompanhado pelo chefe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar, Fernando Selarayan; pelo engenheiro agrônomo, Júlio Medeiros; e pelo proprietário do Viveiro Pitol, Leandro Pitol. Entre os objetivos, esteve o de aproximar o trabalho argentino ao do município de Anta Gorda através da Emater, e do Viveiro Pitol, que está devidamente registrado no Ministério da Agricultura.

Acompanhados pelo engenheiro agrônomo do INTA, doutor Ernesto Madero, eles visitaram a sede e alguns locais de estudo da instituição, que é responsável pelo trabalho de pesquisa e extensão rural na Argentina. Conforme o prefeito, essa é uma oportunidade para ampliar conhecimentos na área e encadear trocas de experiências. “Pretendemos articular a vinda dos técnicos do INTA, com toda sua bagagem de conhecimento, para o Seminário da Noz Pecan da nossa 6ª FestLeite. No dia 11 de fevereiro, Madero já esteve em nosso município participando da Tarde de Campo dos Viveiros Pitol e, através de suas colocações, percebemos que ainda temos muito a aprender com eles ”, afirma Neori.

O chefe da Emater acrescenta que a estimativa é de que haja mais de 7 mil hectares de nogueiras plantadas no Rio Grande do Sul. “Desses, 386 são de Anta Gorda e, à nível de país, não se sabe ao certo. Infelizmente, no Brasil, não temos trabalhos de pesquisa na área. Nossa referência então é a Argentina, o México e alguns trabalhos que conseguimos ler do Estados Unidos”. Ele também acredita que a viagem será proveitosa e justifica dizendo que, nos últimos dez anos, houve um grande incremento nos plantios e as estatísticas oficiais não conseguem acompanhar. “Anta Gorda tem tido a coragem de organizar eventos abertos e busca fazer jus ao título que carrega: capital da noz pecan”, alega.

A comitiva antagordense também aproveitou a viagem para visitar plantios de oliveira e a unidade do INTA que trabalha com a cultura. “O intuito foi buscar subsídios para começarmos a ter plantios também de oliveira em Anta Gorda. Sabemos que há demanda e a Argentina é referência de cultivo na América do Sul”, explica Selarayan.

Noz Pecan na Expoagro/Afubra

Está programada para esta terça-feira, dia 24, durante a Expoagro/Afubra, em Rincão Del Rei, Rio Pardo/RS, uma reunião com produtores, técnicos e pesquisadores da Emater, Embrapa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro). O cultivo da noz pecan será a pauta e os resultados da visita à Argentina devem ser apresentados.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...