Comércio de Lajeado registra estabilidade no índice de inadimplência

Passado o início do ano e o período de grande concentração de despesas com férias, impostos e material escolar, os consumidores de Lajeado vêm mantendo o grau de endividamento em níveis estáveis. Depois de dois meses na casa dos 22%, a consulta ao banco de dados da Boa Vista Serviços efetuada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado no dia 1º de março demonstrou pouca variação no índice de inadimplência na cidade, apontando que, dos 58.993 CPF’s de pessoas maiores de 18 anos ativos na Receita Federal, 13.569 estavam com alguma restrição no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), o que equivale a 23%. Em relação ao perfil dos devedores, também houve pouca alteração, permanecendo, em sua maioria, os do sexo masculino (50,4%) que recebem entre um e dois salários (56,7%). A novidade é a faixa etária, que agora se concentra entre os 30 e 34 anos (13%).

Esse equilíbrio na taxa de inadimplência é igualmente observado no Rio Grande do Sul, onde os 29,2% registrados em fevereiro oscilaram para 29,6% em março. Em média, os devedores gaúchos têm a mesma renda que os lajeadenses, porém são na maior parte mulheres (51,1%) com 35 a 39 anos (12,9%).

 

Fonte Simone Rockenbach

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...