CIC Teutônia sedia reunião da AGV

Na manhã da última quarta-feira, dia 25 a CIC Teutônia sediou reunião da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV). O encontro ocorreu no Auditório 03 da CIC e reuniu representantes de entidades empresariais do Estado, além da presença do deputado estadual Frederico Antunes. A reunião da AGV ocorre mensalmente na sede da entidade, em Porto Alegre, e em maio, após convite da CIC Teutônia, ocorreu em Teutônia e integrou a programação da Festa de Maio 2016. O vice-prefeito de Teutônia, Evandro Biondo, e a presidente do Poder Legislativo Municipal, vereadora Mareli Lerner Vogel, também prestigiaram o encontro.

O presidente da CIC Teutônia, Renato Scheffler, deu as boas-vindas aos visitantes e apresentou breve histórico da entidade e da Festa de Maio, além de tratar da infraestrutura da CIC Teutônia e do Centro Municipal de Eventos. Ainda representaram a CIC Teutônia na reunião a vice-presidente geral, Mariza Wolf; o vice-presidente da Indústria, Júlio Augusto Sulzbach; o vice-presidente do Comércio, Gerson Aurélio Gräbin; e a secretária-executiva, Carina Schulte Bolfe.

Elogios

O presidente da AGV, Vilson Noer, se disse feliz em poder estar em Teutônia para a reunião mensal da entidade. “Os Vales do Taquari e Rio Pardo são regiões muito empreendedoras. Estar em Teutônia é muito importante e nos permite conhecer de perto esta integração entre poder público e iniciativa privada, esta parceria entre CIC Teutônia e Administração Municipal na organização de um evento tão grandioso como a Festa de Maio”, destacou.

Noer elogiou o trabalho da entidade empresarial teutoniense. “A CIC Teutônia serve de exemplo para o Estado, entidade que direciona suas atividades para fazer a diferença. O envolvimento da CIC com a organização da Festa de Maio é um fator motivacional para a cidade e, operacionalmente, fantástico para a própria entidade. Trata-se de um evento que gera receitas, empregos, impostos, que ajuda a desenvolver o município. Esse é o papel das entidades, um diferencial característico de Teutônia”, frisou.

Parceria

O vice-prefeito Biondo igualmente enalteceu a parceria entre Municipalidade e CIC Teutônia. “A Festa de Maio só acontece graças à parceria da Administração Municipal com a CIC Teutônia. É uma forma de valorizar a comunidade e os empreendedores locais. A vasta programação que comemora o 35º aniversário de Teutônia é fruto de um longo planejamento”, disse, parabenizando a todos pelo trabalho. “Vivemos um momento não favorável na economia nacional, fruto de decisões políticas muitas vezes equivocadas, mas Teutônia é reconhecida pelo cooperativismo e associativismo, o que nos permite sonhar com dias melhores. Estamos no caminho certo, com equilíbrio, gestão e credibilidade”, acrescentou.

A vereadora Mareli também falou de união de esforços em torno de temas relevantes para Teutônia e região, agradecendo a presença dos diretores das entidades empresariais. “Precisamos crescer todos, juntos. Para sairmos da crise, precisamos nos dar as mãos. O varejo, o comércio e a indústria servem de exemplo por, de fato, terem feito isso”, afirmou.

Cenário econômico

A pauta da reunião ainda abordou o atual cenário econômico brasileiro, fórum de venda a prazo no varejo e projeção de vendas para o Dia dos Namorados e o inverno.

“Esperamos por um cenário melhor para os próximos anos. Acredito muito no modelo que aposta na livre iniciativa, que acredita no empreendedor. Precisamos dar passo a passo para superar as dificuldades. Estamos conseguindo desenhar uma nova plataforma política, é um passo que precisava ser dado, embora ainda teremos muitos solavancos”, projetou Noer.

O deputado Frederico Antunes se disse parceiro para levar adiante as reivindicações das entidades empresariais gaúchas. “Temos imensos desafios pela frente. Empreendedores deveriam ter menos obstáculos, mas hoje a realidade é justamente o contrário. Precisamos de uma sociedade mais ordeira e progressista. Não podemos ficar sentados e apenas aceitar esta realidade”, mencionou, cumprimentando a AGV e as entidades empresariais pelo trabalho desenvolvido. “Se o agronegócio possui a maior base na atual economia brasileira, o comércio é dominante no que se refere à geração de oportunidades”, concluiu.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...