Certificado de Autenticida de Tabacos é pauta na Caciva

O documento denominado “Certificado de Autenticidade Tabacos” tem por objetivo conceder tratamento tarifário preferencial às exportações brasileiras destinadas à União Europeia. Em Venâncio Aires, o Certificado de Autenticidade Tabacos é emitido na Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Venâncio Aires (Caciva).

Como esse documento possui uma legislação específica e que tem gerado perguntas frequentes em relação às nomenclaturas que podem ser incluídas, a Caciva realizou, recentemente, uma reunião com o coordenador de Serviços e Operações de Comércio Exterior (Gerex) e coordenador do Grupo Temático de logística de Comércio Exterior (Concex) da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), Gilmar Caregnatto.

O encontro tratou principalmente dos tipos de fumos que são beneficiados com o certificado de autenticidade, sendo eles: Tabacos flue cured do tipo Virginia, Tabacos light air cured do tipo Burley (incluindo os híbridos de Burley) Tabacos light air cured do tipo Maryland – Tabaco fire cured.

Foi questionada a possibilidade de certificar outros tipos de fumo, porém Caregnatto explicou que consta em lei que somente esses tipos de fumo podem ser certificados. Ressaltou ainda que é responsabilidade de todos envolvidos de realmente certificar somente essas marcas em função das penalidades que podem ser sofridas.

O encontro foi conduzido por Cláudia Mayer, responsável pelo setor de Certificados da Caciva e contou com a presença de representantes da CTA, China Brasil Tabacos, Tabacos Marasca, Tabacos Vênus e ACI de Santa Cruz do Sul.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...