Certel completa 60 anos como importante agente do desenvolvimento

Uma ampla escala de atividades realizadas em benefício de uma comunidade, e que muito contribuem para o desenvolvimento gaúcho. Este é o balanço que pode ser realizado dos 60 anos que a Certel completa neste dia 19 de fevereiro.
No ano em que surgiu, 1956, a Certel abrangia unicamente o então Distrito de Teutônia, no município de Estrela. Mas, com o evoluir do tempo, a cooperativa ampliou consideravelmente sua área de atuação, conquistando novos espaços. Ressalta-se que, na área hoje compreendida pela Certel, que engloba 48 municípios, na época de fundação da cooperativa haviam somente nove – Lajeado, Estrela, Arroio do Meio, Venâncio Aires, Taquara, Encantado, Farroupilha, Roca Sales e São Francisco de Paula. Logo, a energia elétrica distribuída pela Certel certamente foi uma das molas propulsoras para a emancipação de novos municípios.

Importante lembrar que, desde 31 de maio de 2010, atendendo a legislação do Setor Elétrico Brasileiro, determinada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a cooperativa dividiu-se em duas: Cooperativa de Distribuição de Energia Teutônia (Certel Energia), para atender unicamente o fornecimento de energia elétrica; e Cooperativa Regional de Desenvolvimento Teutônia (Certel), responsável por todas as demais atividades, como Lojas Certel, Geração, CertelNET e Certel Artefatos de Cimento.

Energia

Nestas seis décadas, muitos investimentos foram efetivados no sentido de garantir à região condições plenas de infraestrutura energética, favorecendo maciçamente o desenvolvimento socioeconômico. A qualidade de vida dos mais de 70 mil associados sempre foi o fator preponderante, o foco principal das ações implementadas. Tanto na execução direta das atividades diárias quanto na promoção e apoio a iniciativas socioambientais, a cooperativa manteve-se sempre preocupada e determinada a oferecer o melhor ao quadro social, sendo uma verdadeira referência nos quesitos qualidade e atendimento.

Um exemplo é a atual estrutura elétrica, compreendida por 4.386 quilômetros de redes de distribuição, quatro subestações rebaixadoras, 67.480 postes e 7.144 transformadores, que atendem 59.632 unidades consumidoras. Toda rede de distribuição, que dá sustentabilidade às linhas que chegam até as residências e empresas, é formada por 66.694 postes de concreto. Esta realidade dá à cooperativa condições ideais para um fornecimento de energia elétrica com extrema qualidade, segurança e confiabilidade, garantindo que eventuais interrupções sejam rapidamente resolvidas e a energia restabelecida agilmente.

A tecnologia empregada no Centro de Operação da Distribuição também é fundamental para a qualidade dos serviços prestados. Além de equipamentos modernos que auxiliam na resolução de problemas, os profissionais do setor contam com o monitoramento dos veículos por GPS, o que facilita e agiliza a localização de plantões para atendimentos emergenciais.

No intuito de disponibilizar uma atenção cada vez maior aos associados, a cooperativa concentra suas energias para garantir uma distribuição que ofereça as melhores condições, com capacidade de contemplar satisfatoriamente os mais variados segmentos, desde os consumidores urbanos e rurais até os residenciais ou corporativos. Neste sentido, qualifica periodicamente suas equipes através de cursos e treinamentos oferecidos pelo Centro Regional de Treinamento em Eletricidade do Colégio Teutônia, que beneficia também as demais cooperativas vinculadas à Federação das Cooperativas de Energia, Telefonia e Desenvolvimento Rural do Estado do Rio Grande do Sul (Fecoergs).

Geração

Na geração de energia, a consolidação de uma grande obra irá marcar o aniversário da cooperativa. No dia 19 de fevereiro, será inaugurada a Hidrelétrica Cazuza Ferreira, no Distrito de Cazuza Ferreira, em São Francisco de Paula. Numa sociedade entre Certel, Coprel e Geopar, o empreendimento – que é certificado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como Mecanismo de Desenvolvimento Limpo, por compensar a emissão de carbono – terá potência instalada de 9.100 kilowatts (kW) e vai gerar energia limpa para 30 mil pessoas.

A cooperativa também tem o projeto inventariado para a construção das seguintes hidrelétricas: Foz do Jacutinga, com 5.500 kW, no rio Forqueta, entre Putinga e Fontoura Xavier; Olaria, com 4.000 kW, no rio Forqueta, entre Pouso Novo e Coqueiro Baixo; Moinho Velho, com 4.100 kW, no rio Forqueta, entre Pouso Novo e Putinga; Vale Fundo, com 5.600 kW, no rio Forqueta, entre Pouso Novo e Coqueiro Baixo; Vale do Leite, com 6.000 kW, no rio Forqueta, entre Pouso Novo e Coqueiro Baixo; Muçum, com 79.500 kW, no rio Taquari, em Muçum; e Usina Eólica Harmonia, com 16.100 kW, em Linha Harmonia, Teutônia.

Varejo

Criadas em 1966 para atender uma necessidade dos associados, que careciam na época de acesso ao mercado de máquinas agrícolas e materiais elétricos, as Lojas Certel contam hoje com 35 lojas físicas – situadas em Teutônia, Westfália, Estrela, Lajeado, Santa Clara do Sul, Arroio do Meio, Bom Retiro do Sul, Cruzeiro do Sul, Marques de Souza, Progresso, Boqueirão do Leão, Encantado, Ilópolis, Garibaldi, Carlos Barbosa, Bento Gonçalves, Santa Cruz do Sul, Venâncio Aires, Vera Cruz, Rio Pardo, Sobradinho, Cachoeira do Sul, Harmonia, Osório, Passo do Sobrado, Passo Fundo, Rio Grande, Santa Maria, Sapucaia do Sul e Tramandaí – e uma virtual – acessível em www.lojascertel.com.br, com uma diversificada linha de móveis, eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

Com o desenvolvimento das cidades, cresceram as opções de compra e aumentou-se significativamente a concorrência no segmento do varejo, o que fez com que a rede esteja sendo readequada a um novo modelo de negócio.

Artefatos de cimento

Já a Certel Artefatos de Cimento continua com a produção de postes de distribuição e transmissão para concessionárias e permissionárias do Rio Grande do Sul e de outras regiões do Brasil. Além disso, também produz pisos intertravados e blocos de concreto certificados para as áreas da construção civil e do agronegócio.

CertelNET

Com mais de 12 mil assinantes, o provedor CertelNET continua disponibilizando o sinal da internet em 29 municípios. Atualmente, as ações estão focadas na finalização do cabeamento de fibra óptica entre os municípios de Estrela, Lajeado e Arroio do Meio, o que deve favorecer principalmente o mercado corporativo. Paralelamente, segue disponível para atender apelos de prefeituras quanto à oferta do sinal de internet para localidades interioranas.

A CertelNET orienta seus assinantes a atualizarem seus planos de acesso, sendo possível renovar o contrato e dobrar a velocidade de acesso à internet pelo mesmo valor. Basta ligar para 0800 7077654, (51) 3762 5556 ou 3714 6157, ou enviar e-mail para comercial@certelnet.com.br.

Agente propulsor

Segundo o presidente, Erineo José Hennemann, o sexagenário da cooperativa representa uma história que tem no protagonismo os associados e uma competente equipe de profissionais. “Comemorar os 60 anos da Certel é motivo de grande alegria para todos nós. A cooperativa exerce uma função cada vez mais importante para o desenvolvimento regional, sendo um agente propulsor de muitas conquistas, especialmente no que se relaciona à qualidade e à confiabilidade no fornecimento de energia elétrica. Estamos engajados a oferecer serviços que satisfaçam o quadro social, que tenham uma participação fundamental na vida de nossos associados, clientes e familiares”, assinala.

Grande família

A importância da Certel para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul também foi salientada pelo presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Frederico Perius. “Cumprimento, em nome das nossas cooperativas gaúchas, em especial às de eletrificação rural e infraestrutura, a nossa Certel, de longa história, 60 anos. Parabenizo tanto a administração da cooperativa, seus colaboradores, como também seu grande número de associados, pelos serviços que têm prestado não só à comunidade da sua região, Teutônia e municípios vizinhos, mas, principalmente, ao Estado do Rio Grande do Sul, dando lição de que é preciso não só distribuir energia, mas também produzir energia via PCHs e prestar outros serviços ao seu cooperado, que hoje representa uma grande família. O cooperativismo se orgulha da nossa Certel e esperamos que a sua administração, os seus colaboradores e os seus associados continuem firmes na proposta cooperativa, engrandecendo o Estado do Rio Grande do Sul”, disse o presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius.

Não podemos parar

Para o gerente industrial da Florestal Alimentos, de Lajeado, Marcelo Luís Turatti, a energia distribuída pela cooperativa atende plenamente as necessidades da indústria, que comercializa seus produtos nacional e internacionalmente. “Cumprimentamos a cooperativa pelo aniversário e, principalmente, pelos excelentes serviços prestados. A energia elétrica que recebemos é um importante insumo, visto que nossas tecnologias não podem parar. Percebemos que esta parceria é de grande importância para atender um mercado consumidor exigente”, avalia.

Agronegócio

O associado Alberto Horst, de Linha Schmidt Alta, Westfália, igualmente mostra-se satisfeito com os serviços disponibilizados pela cooperativa. Tanto a energia elétrica que recebe como os blocos de concreto adquiridos recentemente na Certel Artefatos de Cimento contribuem muito para desenvolver a suinocultura em sua propriedade. “Estamos muito satisfeitos e, nestes 60 anos completos este mês, só podemos agradecer por sermos associados à Certel, pois é uma cooperativa que está sempre do nosso lado”, salienta.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...