Certel aposta na profissionalização para manter vidas e qualidade no atendimento

A qualificação é uma exigência cada vez mais solicitada aos profissionais na atualidade. Independente do ramo de atividade, quanto mais os trabalhadores forem capacitados, melhor será o serviço desempenhado e menor o risco de erro. A área elétrica, por exemplo, é um dos setores que exige aperfeiçoamento constante, visto que uma decisão equivocada, além de poder interromper o abastecimento aos consumidores, pode ser fatal.

Nesse sentido, há 12 anos, o Colégio Teutônia, através do Centro de Eletricidade, qualifica profissionais pra o setor elétrico. Desde 2005, em parceria com várias cooperativas do Sistema Fecoergs, e especialmente com a Certel, oferece uma variada gama de cursos, desde os mais básicos, para iniciantes na área elétrica, como o curso de Eletrotécnica Básica, até os mais complexos, destinados a um grupo bastante restrito, como operador de COD, Linha Viva e Operador de PCH.

Impulsionado a atender uma significativa demanda no início, consequência das exigências da Norma Regulamentadora Nº 10 do Ministério do Trabalho e Emprego, o Centro de Eletricidade estabeleceu-se como referência em qualificação de profissionais do setor da geração, distribuição e transmissão de energia elétrica. “Passou também a oferecer cursos para profissionais de outras áreas, como eletricidade predial e industrial e, nesse contexto, destacam-se os cursos técnicos pós-médio em Eletrotécnica e Eletromecânica”, observa o coordenador do Centro de Eletricidade, Márcio Mügge.

Atualmente, a instituição de ensino mantém projeto de cooperação técnica com a Certel na qualificação das equipes desta cooperativa e também dos profissionais das demais cooperativas do Sistema Fecoergs. Possui, há vários anos, parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Estado do Rio Grande do Sul (Sescoop/RS), fundamental na viabilidade econômica dos cursos oferecidos.

Mügge observa que, além do cumprimento legal, qualificar o profissional é de extrema importância para sua segurança, para o seu processo de trabalho padronizado, focando na eficiência e eficácia das ações, como também na valorização pessoal. “O centro possibilita, através dos processos de ensino teóricos e práticos, na sua vasta estrutura física, a construção de conhecimento que poderá ser levado para toda a vida. O mercado de trabalho precisa de profissionais eletricistas cada vez mais distintos, por isso a importância da qualificação”, assinala.

Fonte Assessoria de imprensa CERTEL

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...