Certel amplia poder de participação dos associados

A Certel realizou, na tarde desta quinta-feira, dia 30, no Auditório Central do Colégio Teutônia, as Assembleias Gerais Extraordinárias das suas cooperativas de energia e desenvolvimento. O objetivo principal, segundo o presidente, Erineo José Hennemann, foi modernizar o Estatuto Social, oportunizando maior participação dos associados nas decisões, e fortalecer a capacidade de investimento, principalmente, em geração de energia elétrica.

“É um compromisso assumido na última assembleia ordinária, em fevereiro, que visa uma melhor organização do quadro social. A partir de agora, teremos assembleias microrregionais, a exemplo do que já ocorre em outras cooperativas, e não mais somente uma. Como o quadro social ultrapassa 65 mil, é impossível reunir todos. Mas, queremos aumentar esta participação indo ao encontro deles através de seis microrregiões. Teremos um Estatuto Social mais moderno e participativo, avaliado por profissionais capacitados e pela área jurídica da Ocergs”, assinalou Hennemann, observando que “os líderes de núcleo, que tanto contribuem com o desenvolvimento da Certel”, serão transformados em delegados.

Também foi aprovada a restituição de capital da Certel Energia para a imediata integralização na respectiva cota capital do associado na Certel Desenvolvimento. “Enxergamos cada vez mais as duas cooperativas como uma só e, assim como o associado precisa da Certel, as duas cooperativas precisam uma da outra. Ampliando o patrimônio da cooperativa de desenvolvimento, poderemos ampliar nossos investimentos, principalmente em geração de energia elétrica. Nossas usinas já provaram que são fundamentais, contribuindo para que tenhamos a tarifa mais barata do Estado, 33% menor em relação à concessionária. Isso significa a redução de quatro meses de tarifa que o associado paga”, enaltece o presidente.

Fonte Assessoria de Imprensa da CERTEL

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...