Cerca de 500 pessoas acompanham palestra de Thedy Corrêa

A “cidade que canta e encanta” e é postulante à capital nacional dos corais recebeu na noite da última terça-feira, dia 15, o músico, escritor, apresentador e palestrante Thedy Corrêa, vocalista da banda gaúcha Nenhum de Nós. Em evento organizado pela CIC Teutônia e pelo Subcomitê da Qualidade de Teutônia, ele foi o maestro no workshow “Faça sua equipe dar um show”, evento que reuniu em torno de 500 pessoas na Associação da Água do Bairro Languiru.

De maneira descontraída, intercalando ensinamentos e música, Thedy conquistou o público com sua fala que procurou aproximar a música da gestão nas empresas. “Banda e empresa são compostas por pessoas e profissionais de diferentes áreas que buscam o sucesso. É fundamental que cada empresário saiba qual é a música que sua equipe toca.”

Ele apresentou semelhanças entre diferentes estilos musicais e o trabalho das empresas. “Deve existir a harmonia dos integrantes, ritmo, poder de improviso, atitude, inovação e construção de uma marca forte e de tradição”, exemplificou.

Thedy também falou das características e particularidades de músicos e trabalhadores. “O baterista é aquele que mantém a equipe trabalhado no ritmo, é fundamental para manter as coisas num funcionamento lógico. O baixista pode ser o estagiário, as pessoas muitas vezes não dão devida importância, mas as empresas não ficam sem. O guitarrista é aquela pessoa que faz tudo parecer mais difícil do que na verdade é, mas também é uma pessoa que pode dar aquele ‘toque de gênio’. O tecladista corresponde ao maestro, pois sabe de tudo. Todos juntos trabalham para dar suporte ao vocalista, que é o porta-voz. Ele precisa acreditar nos demais integrantes do grupo, ter convicção. Tudo está baseado no trabalho em equipe, com músicos e trabalhadores acreditando na mesma ideia.”

O palestrante também falou de convicção e inovação, além do papel dos líderes. “Chefe qualquer um pode ser, mas líder não”, resumiu. Outro foco esteve na reversão de crises. “A crise está por todos os lados e exige nossa atenção. Precisamos saber ver seus sinais e nos antecipar para termos controle sobre ela. Uma crise mal administrada pode destruir tudo que se construiu ao longo dos anos. Para tudo isso precisamos valorizar as pessoas que estão ao nosso lado”, concluiu Thedy, abrindo espaço para perguntas do público.

O evento organizado pela CIC e Subcomitê da Qualidade ainda contou com o patrocínio de Certel, Couros Bom Retiro, Lojas Tohan, Elite Copiadoras, Sicredi, Unimed, Super Zart e Lermen Material de Construção.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...