Capacitação de piscicultores é realizada em Estrela

A Emater/RS-Ascar e a Secretaria Municipal de Agricultura (Smag) de Estrela realizaram na última quinta-feira, dia 21, na sala de reuniões da Câmara de Vereadores, uma capacitação para piscicultores. Na ocasião, o assistente técnico regional em Sistema de Produção Animal da Emater/RS-Ascar, João Sampaio, ministrou palestra com ênfase nos diferentes tipos de intensidade de manejo possíveis para quem produz pescados. O objetivo também foi o de saber quais as demandas dos piscicultores para, a partir de então, direcionar o trabalho para outros temas que possam representar a qualificação da produção de peixes no município.

Na abertura da atividade, o secretário de Agricultura José Adão Braun reiterou a importância da piscicultura para o município, hoje um dos principais produtores do Estado, com a comercialização de 30 toneladas de pescados ao ano. “Esta tradição faz com que a nossa responsabilidade aumente para que atendamos o público com qualidade e quantidade”, acredita. Não à toa, a Prefeitura, em parceria com a Emater/RS-Ascar e Secretaria de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo (SDR), reformou e ampliou a Feira do Peixe, no ano passado, com um investimento superior aos R$ 65 mil.

Braun garante que os setores ligados à agricultura também têm trabalhado conjuntamente para melhorar as estruturas dos açudes, mantendo a preservação dos mananciais hídricos. “Agora também cabe a nós voltar os nossos esforços para a qualificação dos produtores e por isso a importância da atividade de hoje, especialmente pelo fato de o peixe representar a agregação de valor para a propriedade, sem afetar outros cultivos”, afirma. “A ideia é promover outros encontros para trocas de conhecimentos, para que possamos desenvolver essa atividade com ainda mais eficiência”, ressaltou.

O engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Mauro Tubino, acrescenta que a proposta foi a de definir metas para que se haja um indicativo de qualificação para o futuro, com uma avaliação do que já fez até o momento. “A intenção foi a de discutir os próximos passos na piscicultura no município, já que hoje há necessidade de mais organização e profissionalização”, enfatiza. O próximo encontro, com o tema “Qualidade da Água” já tem data definida: 29 de junho, no mesmo local. Na ocasião os piscicultores trarão amostras da água para análise de pH, transparência, cor e outros aspectos físico-químicos.

Em Estrela existem cerca de 80 produtores que têm se dedicado a esta atividade nos últimos anos. Entre eles estava o piscicultor Jair Sulzbach, da localidade de Linha Lenz. No local, mantém dois açudes de 1,5 hectares no total, para pesca no sistema extensivo. A produção de carpas, a cada três anos quando os açudes são secados, fica próxima das cinco toneladas, que são comercializadas para empresas de pesque e pague. “A minha intenção é a de conhecer mais sobre o tema, para que possa incrementar a minha produção”, afirmou, sobre a participação no encontro. Na ocasião também estiveram presentes técnicos e produtores de Bom Retiro do Sul.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...