Cadeia produtiva da erva-mate é contemplada com programa estadual

A Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Agronegócio lançou, recentemente, o Plano Decenal para a agropecuária e o agronegócio gaúcho, que consiste em um planejamento que estabelece políticas públicas para o desenvolvimento destes setores nos próximos dez anos, como investimentos e ações que possam alavancar uma produção de qualidade. E a cadeia produtiva da erva-mate será contemplada. “É uma excelente notícia para o setor, pois nunca foi contemplado com políticas públicas promovidas pelo Estado”, comenta o diretor executivo do Instituto Brasileiro da Erva-Mate (Ibramate), Roberto Ferron.

Segundo ele, com isso será possível dar mais visibilidade à cadeia e ao setor ervateiro. “Nunca se falou tanto em erva-mate, nunca tivemos em tamanha evidência junto ao governo estadual e à população em geral. Mas, sabemos que temos muito a fazer ainda, estamos no rumo certo, mas precisamos corrigir alguns pontos, e especialmente fazer com que os mateicultores e os ervateiros entendam e se envolvam neste trabalho de desenvolvimento sustentável da cadeia produtiva”, destaca. Para Ferron, a cadeia precisa estar unida em prol dos bons negócios, da busca por novos mercados e das parcerias do ganha-ganha, bem como de um preço justo.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...