Avicultura: Produtores de Taquari investem em infraestrutura

O aviário dos irmãos Oliveira, Ênio Luiz e José Luiz, localizado no Rincão São José, próximo ao Santuário de Nossa Senhora da Assunção, no interior de Taquari, foi adquirido há três anos. Desde lá, a produção já aumentou mais de 50%. Hoje, há 30 mil pintos no local, sendo apenas 4,5 mil machos. O aviário também já dispõe de um sistema de água e comida automatizado.

Para investir no empreendimento, os irmãos receberam auxílio da prefeitura através do Programa Nacional de Desenvolvimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Eles tiveram acesso gratuito ao maquinário necessário para aumentar a infraestrutura do aviário através do Parque de Máquinas da Administração Municipal. “Nós só tivemos que pagar pelo operador”, explica José.

Com o aumento na estrutura do aviário, atualmente é possível armazenar 30 mil pintos no local durante o inverno. São 14 pintos distribuídos por metro quadrado, em uma área de 2.080 metros quadrados. No verão, este número diminui devido ao calor, passando para 25 mil pintos no total.

Os produtores explicam que os pintos chegam ao aviário com cerca de 30 g e vão para o abatedouro com o peso em torno de 2,5 kg. “Eles engordam 100 g por dia” conta José Luiz. O aviário consegue produzir de seis a sete lotes de galinhas por ano, levando-as para o abatedouro com 50 dias de vida. Cada lote é composto por 30 mil galinhas. “A ajuda da prefeitura para aumentar a estrutura foi muito importante. Quando nós chegamos, tínhamos uma área pequena; agora, temos um espaço novo e ainda podemos reformar o antigo, que é a nossa próxima ideia”, contou Ênio.

Segundo o secretário da Agricultura, Romacir Martins, a intenção da prefeitura é fortalecer as atividades desenvolvidas pelo produtor familiar. “Se tivermos êxito nesse processo, proporcionaremos um considerável aumento de renda que agregará valor ao produto e à propriedade. Para os produtores, a vantagem pode ser vista na medida em que a obtenção do benefício se dá de forma ágil e sem custos adicionais. O Pronaf dá uma atenção especial ao homem do campo, estimulando-o e tratando-o com mais dignidade e qualidade de vida”, acredita.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...