Assembleias regionais da Dália iniciam-se no dia 12

Fevereiro e março serão os meses marcados pela realização das assembleias regionais da Dália Alimentos. O primeiro encontro entre a direção, o conselho, os delegados e as famílias associadas ocorrerá no dia 12 de fevereiro, no Parque de Exposições de Júlio de Castilhos. As assembleias regionais iniciam-se sempre às 10h, em todos os municípios onde serão realizadas.

O segundo município a receber a reunião será Candelária, no dia 17 de fevereiro, com recepção na sede da Associação Comercial e Industrial de Candelária. No dia 19 de fevereiro Anta Gorda realiza o encontro no Clube Carlos Gomes; no dia 24 será a vez dos associados de Serafina Corrêa se encontrarem na Câmara de Vereadores; e, no dia 26 de fevereiro as lideranças de Arroio do Meio encontram-se na sede do CTG Querência.

No mês de março serão realizadas as assembleias regionais nos municípios de Progresso, no dia 2, tendo como local o Ginásio do Colégio São Francisco; em Encantado, no dia 4 tendo como espaço o Clube Comercial; e a região de Guaporé com evento a ser realizado no dia 9 de março no CTG do Chico, no município de Vespasiano Corrêa.

A Assembleia Geral Ordinária (AGO), que será a culminância do processo assemblar, está agendada para o dia 14 de março, no Auditório Itália do Centro Administrativo de Encantado.

Na pauta de cada encontro regional estão assuntos relacionados ao desempenho do ano, balanço, análise da situação econômica, esboço do Plano de Metas para 2016, tendências, alterações na área da assistência técnica, dentre outros temas ligados à prestação de contas sobre o exercício que se findou.

Para o presidente do Conselho de Administração da Dália Alimentos, Gilberto Antônio Piccinini, no cooperativismo, o início do ano novo também representa a retomada de mais um exercício social. “É sempre assim, de forma transparente e idônea, que reunimos as famílias para fazer a prestação de contas do exercício findo. Analisando os resultados financeiros e econômicos, o crescimento do volume de produção, as metas planejadas e executadas e mostrando as oportunidades, percorremos as oito regiões, analisando o ano que passou o projetando o seguinte, que já está em curso.”

Piccinini convida as famílias associadas para participar das assembleias, lembrando que os encontros configuram-se como oportunidades para analisar, planejar e informar ao quadro social acerca do planejamento da cooperativa para o ano. “Também são oportunidades para que os associados sanem as dúvidas relacionadas à cooperativa e ao seu próprio negócio.”

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...