Assembleia ordinária da Amevat ocorre neste sábado

A Associação dos Meliponicultores do Vale do Alto do Taquari (Amevat), completa dois anos de fundação neste sábado, dia 9. Na data será realizada assembleia geral ordinária, com início às 9h, sediada na chácara do presidente Hugo Schmidt, em Arroio Grande, Arroio do Meio.

Haverá prestação de contas, apresentação do relatório das atividades realizadas, e eleição da nova diretoria para o próximo biênio. A entidade conta com 90 associados de mais de 20 municípios diferentes.

Na visão do presidente Hugo Schmidt, os encontros bimestrais têm oportunizado a troca de experiências entre meliponicultores, e as palestras e eventos práticos progressos na profissionalização. A Amevat pretende evoluir os estudos científicos em torno do cultivo de enxames de abelhas nativas sem ferrão, e a certificação do processo produtivo de mel.

No último dia 30, representantes da Secretaria Estadual de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Seapa), Nadilson Roberto Ferreira e Péricles Massariol, acompanhados pelo assistente técnico regional em Apicultura e Meliponicultura da Emater/RS-Ascar, engenheiro agrônomo, Paulo Francisco Conrad, visitaram três propriedades da região para tratar detalhes dos projetos de certificação. “A certificação exige uma descrição generalista detalhada do processo produtivo e materiais utilizados, que serão submetidos à aprovação”, afirmam.

Em Arroio Grande, Hugo Schmidt, apresentou resultados preliminares do uso de caixas térmicas no manejo de colméias e na produção de mel. A manutenção da temperatura acima de 15ºc no inverno e abaixo de 36ºc no verão diminuiu a mortandade de enxames no frio, e manteve o processo produtivo em dias quentes, permitindo até três colheitas até a primavera. A próxima etapa do estudo vai associar a temperatura ao tamanho das famílias de abelhas e quantidade produzida.

Outros integrantes da Amevat, também suspeitam que as divisões tardias de colônias (perto do inverno) e o excesso de divisões, impactam na perda de enxames. Além de modelos de caixas térmicas e de madeira, na data também foram apresentados protótipos de emborcamento para extração de melgueiras.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...