Assembleia da Amvat abre grade de eventos técnicos da Estrela Multifeira

Os assuntos de interesse dos integrantes da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) marcaram o primeiro evento técnico da Estrela Multifeira, a qual sediou, na tarde desta quarta-feira (06), a assembleia geral ordinária da entidade. Os prefeitos e assessores foram recepcionados no auditório Navegar pelo presidente da comissão organizadora, Claus Wallauer, que agradeceu o apoio recebido da Prefeitura e declarou: “O sucesso da feira não é de uma ou duas pessoas. É de toda a população de Estrela”.

Entre os temas da pauta, as atividades do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica Taquari-Antas, apresentadas pelo presidente Júlio Salecker. Ao explicar a atuação, abrangência, constituição interna e diagnóstico de uso da bacia, ele explicou que a qualidade da água determina o enquadramento na resolução Conama 357/2005 e que atualmente a região está na classe 4, cujo limite mais negativo é 5. Conforme definido pelo comitê em dezembro de 2012, a meta é chegar na classe 3 dentro de 10 anos e na 2 até 2032. Salecker alertou para o fato de que o enquadramento é importante para a limpeza das águas, mas que ele pode ser um limitante para o desenvolvimento do Vale, pois impede o estabelecimento de empresas que não obedeçam aos limites determinados. Ele ainda solicitou maior engajamento dos representantes municipais junto ao comitê, lembrando que a preservação dos rios é uma obrigação das prefeituras. “Gostaríamos que vocês estivessem junto com a gente. Tocar esse barco depende de todos nós”, manifestou.

Para defender a redução de custos na emissão de licenciamentos ambientais para liberação da produção local, representantes da empresa IGTEC Assessoria e Consultoria em Gestão Púbica e Empresarial expuseram estudo técnico sobre a implantação de um consórcio intermunicipal focado em inspeção sanitária. Tendo como referência o Vale do Rio Pardo, foi sugerida a criação de um departamento ambiental agregado ao Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Taquari (Consisa), através do qual uma única equipe atenderia a vários municípios que dividiriam as despesas. Nas próximas semanas será efetuado levantamento das prefeituras interessadas, afim de avaliar a estrutura necessária e a viabilidade do projeto. Presidente da Amvat, o prefeito de Estrela, Rafael Mallmann, ressaltou: “Estamos trabalhando para que possamos unir forças e reduzir nossos custos operacionais”.

Contestando a notícia de que a Caixa Federal extinguiria a Gerência Executiva de Governo do Vale dos Sinos, situada em Novo Hamburgo, o superintendente executivo Marcos de Souza Oliveira esclareceu que estão em andamento análises e readequações no atendimento da instituição, mas garantiu que não há previsão do fechamento da unidade. De acordo com ele, os financiamentos com recursos públicos federais continuam sendo encaminhados pela mesma equipe e no mesmo local. Os líderes municipais ainda debateram sobre a necessidade de investimentos na divulgação das atrações turísticas do Vale do Taquari e Mallmann citou algumas conquistas recentes da entidade, como a contribuição nas articulações que levaram à suspensão do decreto estadual de redução do ICMS cobrado na importação do leite.

 

Fonte Simone Rockenbach

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...