Arroio do Meio realiza primeira entrega do Programa de Aquisição de Alimentos

O município realizou na quinta-feira, dia 21, em cerimônia ocorrida junto à sede da Secretaria de Agricultura, a primeira entrega do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal. A ação beneficiará 23 agricultores familiares, que agora possuem uma alternativa a mais para a comercialização dos alimentos. Inicialmente duas entidades receberão os kits, que serão entregues semanalmente, com carne de frango, ovos, compotas, frutas e verduras: a Associação Arroio-Meense de Amparo ao Idoso (Amai) e a Associação dos Menores de Arroio do Meio (Amam).

A partir do próximo mês, mais uma entidade, além de 54 integrantes do Programa Bolsa Família – assistidos pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras) – também receberão os produtos. O investimento total, no município, será de R$ 94 mil reais, estando os agricultores autorizados a comercializar os alimentos, a um valor que não exceda os R$ 5,5 mil ao ano. Os recursos para a execução do Programa são destinados pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) que adquire os produtos da agricultura familiar, repassando-os às entidades beneficiadas.

Além de beneficiar agricultores, o PAA, na modalidade Doação Simultânea, possibilita às entidades que trabalham com público em situação de insegurança alimentar – sejam elas públicas ou privadas ou de assistência social – encontrarem uma forma de amenizar a deficiência causada pela falta de uma alimentação qualificada. “Para nós é uma grande oportunidade poder receber alimentos saudáveis e livres de agrotóxicos, o que ainda possibilita que destinemos o nosso dinheiro para outras ações”, salienta a administradora da Amai, Renilda Weizenmann.

A opinião de Renilda é compartilhada pela da diretora da Amam, Ingrid Soares. “Como trabalhamos com jovens, é muito bom poder ensinar a eles, desde cedo, a importância de uma alimentação saudável”, ressalta. Por outro lado, a agricultora Márcia Ferrari, da localidade de Forqueta, também comemora o fato de estar envolvida com o PAA, o que representa a comercialização direta ao consumidor, com preço justo. “Agora, além de poder vender as nossas verduras para o mercado e para a feira local, temos essa alternativa a mais de colocação dos nossos produtos”, sorri.

O supervisor da Emater/RS-Ascar, engenheiro agrônomo Paulo Rodrigues, valorizou a ação, capaz de garantir a segurança e a soberania alimentar para as famílias que realmente precisam. “E o nosso papel enquanto gestor público é justamente o de facilitar esse processo, algo que, nesse caso, nos enche de orgulho pelo bem social proporcionado”, observou. Para Rodrigues, a ação também representa a inclusão social no campo, por meio do fortalecimento da agricultura familiar. “O que garantirá o acesso a alimentos em qualidade e quantidade necessárias às populações em vulnerabilidade social”, disse.

O evento contou com a participação de outras autoridades, como o prefeito de Arroio do Meio Sidnei Eckert, vice Áurio Scherer, secretário de Agricultura Paulo Heck e integrantes do departamento do PAA na Secretaria de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo (SDR), engenheiros agrônomos Dinanci Maia e Róger Strauss. Maia reforçou o compromisso do Governo do Rio Grande do Sul em dar continuidade ao Programa, atualmente, uma política pública de Estado. “O PAA é benéfico em todos os sentidos, já que gera renda, promove a diversificação e beneficia entidades”, enfatizou.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...