Arroio do Meio discute andamento dos estudos de duplicação da ERS-130

Membros da Comissão Pró-Duplicação da ERS-130, estiveram reunidos na última semana na prefeitura, a fim de discutir o andamento dos estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental (EVTEA) e do relatório de viabilidade técnico ambiental (RVTA) que devem nortear o projeto executivo da obra de duplicação da rodovia. De acordo com o presidente da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari (CIC-VT), Oreno Ardêmio Heineck, a meta é que os estudos estejam prontos até o final deste ano.

Durante a reunião coordenada pelo prefeito Sidnei Eckert, os participantes lembraram do início da mobilização pela duplicação da ERS-130, num encontro ocorrido em setembro de 2011 em Arroio do Meio, com a presença de líderes locais e regionais. Logo após, numa iniciativa dos municípios de Arroio do Meio e Lajeado, a CIC Vale do Taquari foi convidada a coordenar o processo para abranger o trajeto ideal a duplicar. Após reuniões microrregionais, os municípios envolvidos e entidades empresariais concluíram trabalhar o trecho Venâncio/Muçum pela diversidade econômica, crescimento projetado no trajeto e entroncamento com outras rodovias. Sucederam-se audiências junto ao Governo do Estado, sendo sugerido que os municípios custeassem os pré-estudos exigidos por legislação para agilizar o processo. Diante da necessidade da duplicação, os sete municípios lindeiros à obra – Arroio do Meio, Cruzeiro do Sul, Encantado, Lajeado, Mato leitão, Muçum e Venâncio Aires – através dos seus executivos e legislativos, aprovaram o apoio financeiro, conveniando com a CIC Vale do Taquari para a contratação de empresa especializada.

Em setembro desse ano, a Administração Municipal de Arroio do Meio promoveu uma audiência pública com a comunidade local, onde foram levantadas as principais demandas e problemas da ERS-130. Na ocasião foram ouvidos empresários, entidades, comerciantes, lideranças e moradores do município. No momento, os estudos encontram-se em andamento, sob a execução da empresa STE Engenharia, de Canoas, com apoio técnico e supervisão da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), concessionária do trecho. A etapa atual consiste no levantamento do fluxo de tráfego, potencial econômico e das demandas dos municípios referentes aos seus trechos.

As manifestações inter-regionais pela duplicação das RSC-453, ERS-130, e ERS-129 – trajeto Venâncio Aires/ Muçum – começaram em outubro de 2011, numa iniciativa do município de Arroio do Meio. Ao todo são 70,3 km de extensão.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...