Agricultura de Estrela freta cem toneladas de fertilizantes em parceria com STR

O Governo de Estrela fretou em menos de 20 dias, cem toneladas de adubo e ureia aos agricultores do município em uma parceria com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR). Esta foi a primeira etapa do projeto que tem como objetivo levar fertilizante a baixo custo ao produtor rural.

O termo de cooperação entre STR e prefeitura para assumir o transporte de fertilizante foi assinado no início de julho. O programa, chamado Compra Direta de Fertilizantes, foi criado para associados do STR e beneficiou 71 produtores durante o período. Uma forma de aperfeiçoar a produção no município.

Na última quarta-feira, dia 30 de julho, o caminhão da Secretaria da Agricultura fez um dos últimos transportes desta primeira fase, descarregando 75 sacos de adubo na propriedade de José Mathias Zwirtes, em linha São Luis. Com frete custeado pela secretaria, a safra de milho tem tudo para crescer saudável. O genro, Marcelo Kemmer, associado do STR, diz que o benefício vem bem para a propriedade rural de 25 hectares. Além do frete custeado pela prefeitura, o adubo foi comprado a preço de custo por intermédio do sindicato. “Economizamos R$ 4 reais por saco. Com isso, reinvestimos na propriedade.”

Para o tesoureiro do STR, Gilmar Henrique Walter, a parceria do sindicato com a Secretaria da Agricultura foi fundamental para poder beneficiar os associados e continuar com o programa na segunda fase. “Sem a parceria não teríamos alcançado êxito.”

O secretário José Adão Braun fez questão de acompanhar um dos últimos descarregamentos de adubo em Linha São Luis e percebeu o alinhamento do governo com o STR e as propriedades rurais. “O sentido do programa é baratear os custos e aprimorar as condições de produção não deixando faltar fertilizante no campo.”

Próxima fase

A próxima fase para aquisição de adubo e ureia ocorre em agosto: de 10 a 20 os agricultores associados do STR tem a chance de inscreverem-se no programa para recebimento do fertilizante na propriedade rural a preço de custo.

O produtor faz o pedido de fertilizante ao STR. A Secretaria da Agricultura o traz de caminhão bitrem de Canoas. Em Estrela, ele é transportado em caminhões menores e distribuído às propriedades do interior.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...