Agricultores encantadenses recebem auxílio silagem

Pelo segundo ano consecutivo, a Secretaria da Agricultura de Encantado disponibiliza para produtores rurais o auxílio silagem. A entrega aos produtores e produtoras rurais foi realizada nesta terça-feira, dia 23, no Auditório Itália do Centro Administrativo Municipal. O auxílio, proveniente de recursos próprios do município, faz parte do Programa de Incentivo à produção leiteira, de queijos e de gado de corte e beneficiou mais de 200 agricultores totalizando aproximadamente R$ 103 mil. O benefício é exclusivo para quem produz silagem ou feno, sendo que os valores variam conforme a produção.

Os casais, além de receberem o benefício, participaram de duas palestras que tiveram por objetivo orientar e sanar dúvidas em relação ao talão de produtor e emissão de notas com os representantes da Secretaria da Fazenda do Estado, Tiago Eidelwein e Dalva Maria Togni, e também dicas de como realizar de forma mais eficaz a gestão das propriedades rurais com o técnico agrícola da Emater/RS-Ascar, Antônio Macalli e o médico veterinário, Martin Schmatemberg.

Eidelwein e Dalva explicaram que a nota fiscal deve ser preenchida de forma correta e com todos os dados. Eles enfatizaram também que para o cancelamento das notas as quatro vias precisam estar juntas e devem ser entregues à Secretaria Municipal da Agricultura que encaminha à Receita Estadual, não podendo ser rasgadas. Quanto ao extravio do talão, quando ocorrer, o primeiro passo é registrar uma ocorrência policial, depois publicar no jornal com nome do produtor e nº do talão (o modelo de publicação está disponível na secretaria) e pagar a multa para a Receita Federal no valor de cerca de R$ 2,3 mil.

Em relação à gestão das propriedades, Schmatemberg enfatizou que “anotar todas as informações no bom e velho caderninho para se ter um controle de tudo que acontece na propriedade é fundamental. Nem sempre aumentar a produção é ganhar mais, mas gastar menos. Aliado a isso cuidar bem dos animais faz com que eles produzam o que vocês querem e juntamente programar a produção de alimentos com pastagens perenes ajuda na redução de custos”.

Ainda, durante o evento, o Grupo de Educação Fiscal do município disponibilizou brindes que foram sorteados. Também estiveram presentes na programação o vice-prefeito José Calvi, o gerente do escritório da Emater/RS-Ascar, Paulo Teixeira, o supervisor regional da Emater/RS-Ascar, Paulo Rodrigues, e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Gilberto Zanatta.

Conforme o secretário municipal da Agricultura, André Boeri, a preocupação da secretaria é oferecer às famílias de produtores condições e acesso à informação para que eles possam manter-se no campo.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...