Ações da CIC VT são destaques num programa de entrevistas

Presidente da CIC VT, Ito José Lanius

O presidente da Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari (CIC VT) Ito José Lanius foi um dos entrevistados do programa Primeiro Jornal, da rádio Tirol, de Teutônia. O presidente começou o bate papo falando sobre as obras de duplicação da BR 386 entre Tabaí e Estrela que estão paradas desde o início do ano.
Ito integrou a comitiva que esteve reunida, na semana passada com o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) RS, Hiratan Pinheiro da Silva.  “ Na audiência ficou bem claro que no momento a questão é falta de recursos. Mas precisamos olhar pelo lado positivo, uma vez tínhamos 33 kms para serem duplicados agora desses, 28 kms já estão concluídos. Outro ponto favorável é que aumentou a velocidade de 80km/h para 100km/h, isso nos proporcionou um ganho de tempo para irmos para Porto Alegre. ”

O DNIT estima que para concluir a obra serão necessários mais R$ 40 milhões de reais. Lanius ressaltou que lideranças regionais precisarão pressionar deputados federais gaúchos para incluir o trecho no orçamento de 2017.

Durante a entrevista o presidente explicou que a entidade está mobilizada para apoiar a luta dos empresários. A entidade está solicitando a revisão da norma NR-12, do Ministério do Trabalho e Emprego. No dia 29, tem uma audiência em Porto Alegre, com o Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. “Nós temos hoje grande parte das empresas mecanizadas e isso oferece riscos ao trabalhador e de uma hora para outra queremos resolver, e isso, está causando um impacto muito grande, muitas empresas estão correndo o risco de fechar as portas.  A NR-12 deve acontecer, mas deve ser montado um cronograma de implantação mais flexível. ”

Ito encerrou a entrevista destacando a próxima bandeira da CIC VT, que é a logística.  “ Nós vamos continuar batalhando pela energia, pela retomada dos investimentos para a liberação de hidrelétricas. Mas estamos agora focados também para fazer um levantamento de todas as áreas que envolvam logísticas no Vale do Taquari. Quantas rodovias são, quais os municípios que estão sem acesso asfáltico e o que isso impacto na região.  O estudo deve ser feito em parceria com a faculdade La Salle, de Estrela. Os dados devem ser muito úteis para termos um diagnóstico e podermos lutar pelo crescimento regional.”

Fonte AI - ASSESSORIA DE IMPRENSA CIC VT

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...