Acil presta contas da Expovale 2018 para Prefeitura de Lajeado

A Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) realizou, nesta terça-feira (12), a prestação de contas da 21ª Feira Industrial, Comercial e de Serviços – Expovale 2018. A apresentação do balanço financeiro ocorreu na Prefeitura de Lajeado para o prefeito Marcelo Caumo, vice Glaucia Shumacher e secretários municipais. A comitiva liderada pela presidente da Acil, Aline Eggers Bagatini, e pelo presidente da comissão organizadora da Expovale 2018, Valmor Scapini, enalteceu a importância da parceria do poder público, a confirmação da relevância da feira para a geração de negócios e desenvolvimento econômico da região, além dos resultados alcançados e melhorias para as próximas edições. Integraram o grupo da Acil o presidente da Expovale 2020, Miguel Arenhart, gerente executivo, Antonio Juarez da Silva, e coordenadora do setor de eventos, Loiva Wildner.

Os números explanados mostraram a dimensão do evento, o qual começou com os preparativos do concurso de soberanas, ainda em 2017, passando pela etapa do lançamento em maio e tudo o que envolve a realização da feira, transcorrida entre os dias 9 e 18 de novembro. A Prefeitura recebeu um relatório do orçamento total, incluindo receitas e despesas, entre as quais infraestrutura, contratação de terceirizados, investimentos no Parque do Imigrante, shows e eventos culturais. A Administração Municipal, que tradicionalmente também participa como realizadora e grande incentivadora da Expovale, nesta edição repassou R$ 200 mil e fez melhorias importantes no complexo, como a nova portaria. A estrutura é permanente fica à disponível aos diversos eventos promovidos pela comunidade no local. “Tivemos muito a comemorar. A Expovale 2018 foi marcada por grandes acontecimentos, momentos que nos emocionaram e, principalmente, muito nos surpreendeu a geração de negócios oportunizada aos expositores, os quais contabilizaram R$ 57,1 milhões, entre vendas e prospecções”, destacou Aline. Para Scapini, isso demonstra o papel fundamental das feiras. “Nesta caminhada toda, minhas maiores convicções são a determinação em fazer as coisas e a nossa obrigação em promover as feiras. Não importa de que forma, mas elas têm que ser apresentadas à sociedade, pois são uma forma de envolver a todos, principalmente no aspecto econômico, pelo ambiente de troca e geração de negócios que vimos de fato acontecer”.

O presidente da Expovale 2018 ainda explicou que o objetivo de prestar contas se baseia na responsabilidade e transparência do trabalho. “É um evento de grande envergadura e que requer muito esforço e envolvimento para seguir cumprindo com seus propósitos e evoluindo a cada edição”.

 

Envolvimento dos voluntários 

Uma das características dos bastidores da Expovale é a dedicação expressiva dos voluntários, formada por um grupo de empresários da diretoria da Acil. Com base num levantamento realizado em 2018, foram 1.508 horas de comprometimento em reuniões, viagens e participação efetiva em demais ações relacionadas ao evento. Essas pessoas usaram seus próprios carros, combustível e telefone, sendo o trabalho do voluntário revertido na manutenção e sustentação das diversas atividades da entidade durante o ano.

 

Fonte Imprensa Expovale 2018

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...